O fiscal federal da justiça desportiva italiana, Stefano Palazzi, responsável por investigar o escândalo do Calciocaos, solicitou ao tribunal esportivo do país o rebaixamento de Juventus, Milan, Lazio e Fiorentina pela participação na armação de resultados e escolha de árbitros no campeonato italiano nos últimos anos. As penas variam por clube.

A Juventus é a que deve sofrer a maior punição. O atual campeão da Série A seria rebaixado para a Série C e começaria a disputa com seis pontos a menos que os outros participantes, além de perder os dois últimos títulos nacionais conquistados.

Fiorentina e Lazio seriam rebaixadas para a Série B e perderiam 15 pontos antes da disputa começar, o que dificultaria bastante o retorno imediato dos dois times à primeira divisão.

Quem sofreu a menor punição foi o Milan, que também seria rebaixado para a segunda divisão italiana, mas perderia somente seis pontos. Nos próximos dias o tribunal deve julgar a solicitação e emitir uma decisão final.

Se confirmados os rebaixamentos, é certo que haverá um frenesi no mercado de transferências, visto que esses clubes terão que negociar alguns de seus jogadores para suportar uma temporada deficitária nas divisões menores da Itália.