Foi em 22 de junho de 1986 que Diego Maradona abriu o placar das quartas de final da Copa do Mundo para a Argentina contra a Inglaterra com a mão. A última terça-feira não foi aniversário do lance que é conhecido como “La Mano de Dios”. Esses dois lances, na segunda divisão inglesa e na Copa da Inglaterra para jovens, devem ser, portanto, apenas homenagens espontâneas.

A mais escandalosa lembrança do gol de Maradona foi no encontro entre os times sub-18 do Newcastle e Chelsea, pela FA Youth Cup, em St James Park, que terminou 3 a 2 para os visitantes. Aos 28 minutos do primeiro tempo, o Newcastle empatou contra o Chelsea com um gol de Olivier Kemen, que disparou em comemoração sem o menor pudor. O site do clube alvinegro escreveu que houve, no lance, uma “possível mão na bola”. Veja o vídeo e conclua sozinho:

Na segunda divisão inglesa, o atacante Darius Henderson preferiu homenagear Mike Tyson ou o Giba. Socou a bola com a mão esquerda, da entrada da pequena área, para fazer o gol de empate do Nottingham Forest contra o Middlesbrough, que estava há sete jogos de Championship sem ser vazado no estádio Riverside. Essa invencibilidade foi mantida, considerando apenas gols legais.

O melhor de tudo é que os dois lances foram validados, em dia especialmente terrível da arbitragem inglesa.

E se você não se lembra do lance de Maradona, ou quiser ver novamente, aqui está: