Não é apenas de recordes de gols que é feita a fama de Luis Suárez. Grande parte do motivo pelo torcedor do Liverpool ter esquecido que no verão europeu o uruguaio pediu para sair do time é a garra com que ele joga toda partida. Se no início da temporada os Reds estavam bravos por seu jogador ter pedido para ir para o rival Arsenal, em poucos jogos esse mal-estar se dissipou com as grandes atuações do atleta. E essa vontade é algo que Luisito carrega consigo desde muito pequeno.

Antes do jogo com o Arsenal, em que o Liverpool passou o trator, a BT Sport transmitiu uma entrevista exclusiva com Suárez, em que, bastante solto, ele comentou sobre seu futebol, sua vida em Liverpool e sua família. “Eu comecei jogando futebol na rua, descalço. Muita gente no Uruguai fala que quando eu era criança eu era o mesmo jogador. Quando eu pego a bola eu corro, corro e vou seguindo”, explicou Suárez ao comentar por que é tão aguerrido dentro de campo.

O uruguaio tem consciência de que, embora faça um caminhão de gols e sempre se dedique muito no gramado, sua imagem é um tanto quanto manchada na mídia inglesa. No entanto, ele tenta ficar alheio a tudo isso e talvez esteja aí o motivo pelo qual, mesmo após tantos incidente na Premier League, ele siga jogando como se nada tivesse acontecido. “Se eu fosse ler tudo o que falam sobre mim na mídia, eu não conseguiria dormir. Para mim é melhor que eu não veja, não leia. Mas acho que quando você tem um defeito na vida, você pode mudar tudo, você aceita tudo, e se você esquecer tudo, sua cabeça fica concentrada no futebol e você pode melhorar individualmente.”

Com o contrato renovado recentemente, Luis Suárez passou a ser o jogador mais bem pago da história do Liverpool. Isso, somado ao fato de que sua filha “está muito feliz” na cidade, como ele mesmo revelou, dá um certo alívio aos torcedores que lotam o Anfield e a esperança de que o atacante passe muitos anos mais em Merseyside. “Estou muito feliz aqui. Eu sei dos meus problemas, mas eu esqueço tudo para me concentrar no futebol”, afirmou o uruguaio. Certamente os Reds esperam que esse pensamento siga por muito tempo.