O Orlando City só entra na MLS em 2015, mas já está investindo na aproximação com o público brasileiro. O time da Flórida, que tem como dono o empresário brasileiro Flávio Augusto da Silva, criou um canal específico para o Brasil no Facebook e passou a transmitir seus jogos em casa com narração e comentários em português. Tudo para atrair ainda mais a atenção do público do país, já que a cidade é um dos principais destinos dos brasileiros nos Estados Unidos.

“A ideia é proporcionar a experiência de conhecer um pouco mais sobre o futebol nos EUA e, principalmente, conhecer o Orlando City e seus torcedores. Tenho certeza que a identificação com a paixão da nossa torcida será imediata”, afirmou Flávio, em comunicado à imprensa. O Orlando irá transmitir os jogos em casa com narração de Marcos Peres, jornalista ex-Globo e SporTV, que mora nos Estados Unidos há dois anos.

O Orlando disputa a United soccer League (USL), a terceira liga em importância no futebol do país. A equipe, conhecida como “Lions”, manda suas partidas no ESPN Wide World Sports Complex, no Walt Disney World. Um estádio próprio do clube está sendo construído para ser usado na MLS.

O primeiro jogo transmitido pode ser visto no Youtube, no canal do Orlando City. O jogo foi contra o Pittsburgh Riverhounds e terminou empatado por 1 a 1. Além da narração de Marcos Peres, a transmissão contou com a presença do ex-jogador Leandro Amaral como comentarista. O ex-jogador de Portuguesa, Vasco e Fluminense, entre outros clubes, mudou com a família para Orlando em 2011. O próximo jogo do Orlando City é no sábado, dia 5, também em casa, contra o Rochester Rhinos. O jogo terá transmissão online e começa às 18h30 (horário de Brasília).

“Estamos trazendo o Orlando City para o Brasil. A possibilidade de acompanhar os jogos é só o primeiro passo, até o final do ano vamos anunciar um grande craque brasileiro para disputar a MLS. Até lá, vamos jogar a USL em busca do tricampeonato para fechar com chave de ouro”, disse ainda Flavio.

A grande especulação é envolvendo o nome de Kaká, que declarou que gostaria de jogar na MLS um dia e abriu a possibilidade de isso acontecer já ao final da atual temporada, em junho. Amigo pessoal de Flávio, o Orlando seria um destino natural do brasileiro, além de atrair mídia para o novo clube. Por enquanto, são só especulações. O próprio Kaká negou que haja qualquer acerto prévio e os dirigentes do Orlando se recusam a falar sobre o assunto. O foco é a MLS. E, cada vez mais, ser o time dos brasileiros na liga.