Aos 27 anos, dois recordes: quais os feitos de outros craques do passado na idade de Messi?

26 de novembro de 2014 às 15:51

Muita gente se convencionou a dizer que o auge do jogador de futebol chega aos 30 anos. Reflexo natural ao que Pelé conquistou em 1970, às vésperas de se tornar um trintão, ao protagonizar a Seleção no tricampeonato mundial. O tempo, no entanto, pesa mais para uns do que para outros. Ainda mais atualmente, em uma época na qual a preparação física é tão exigente. Mesmo assim, o feito de Messi esta semana não deixa de espantar. Por mais que o camisa 10 já tenha exibido um futebol mais impressionante em outras temporadas, ele quebrou em questão de dias os recordes de maior artilheiro do Campeonato Espanhol e da Champions League. Tudo com apenas 27 anos, fazendo crer que, por mais que não mantenha o ritmo de seu ápice, os números crescerão bastante.

As grandes marcas aconteceram muito cedo para Messi. Após estrear na seleção com 17, se tornou campeão da Champions e disputou a primeira Copa do Mundo aos 19. Com 22, era a grande estrela do Barcelona de Guardiola, um dos melhores times da história. E quebrou diversos recordes em uma só temporada às vésperas de completar 25. Mesmo com as pernas sem a agilidade de outros tempos e com a tendência de ser recuado cada vez mais ao meio-campo, o atacante mantém a média de um gol por jogo em 2014/15. O que faz crer que, se ele seguir atuando em bom nível até os 32 anos, certamente passará dos 100 gols pela Champions e dos 350 por La Liga – já pensando em buscar os 404 de Uwe Seeler pelo Campeonato Alemão, a maior marca entre as grandes ligas europeias.

Obviamente, Messi ainda compete com Cristiano Ronaldo, que aos 29 anos possui condições físicas para jogar por muito tempo. De qualquer forma, o que o argentino já construiu aos 27 é digno de palmas. Ainda mais quando se compara com outros craques históricos. Muitos deles ainda viveriam o auge depois dessa idade, por mais que o físico também não fosse dos melhores. O camisa 10 do Barcelona e da Argentina pode ambicionar mais objetivos e subir alguns degraus no panteão do futebol.

Abaixo, uma galeria com as façanhas de outros 20 craques do passado aos 27 anos de idade - apesar das diferenças claras e as particularidades do esporte em cada época. Escolhemos apenas jogadores do meio para frente, além de priorizarmos aqueles cujos melhores momentos da carreira certamente já se foram, para facilitar a perspectiva histórica. Também mesclamos mitos incontestáveis e outros que estão entre os maiores artilheiros da história da Champions, como Messi. Que atingiu os 74 gols nesta terça, com o hat-trick sobre o Apoel, ultrapassou a marca de Raúl e não deve parar por aí.


Os comentários estão desativados.