Vice-presidente do Milan, Adriano Galliani admitiu que o Milan dificilmente conseguirá concretizar o retorno de Kaká ao clube. Segundo o dirigente, os valores exigidos pelo Real Madrid são muitos altos.

“A operação por Kaká é muito difícil, porque os custos são elevados e o salário é altíssimo. Diria que é quase impossível. Seguiremos falando, mas não quero criar falsas esperanças nos torcedores”, disse o dirigente.

Kaká foi um dos destaques no amistoso entre Real Madrid e Milan, realizado nesta quarta-feira. Mesmo permanecendo no banco durante o primeiro tempo, o brasileiro deu assistências em três gols na goleada dos espanhóis por 5 a 1.

Já José Mourinho afirmou que o Milan terá que pagar o quanto o meia vale se desejar levá-lo do Bernabéu: “Se Kaká ficar, ficaria feliz, assim como se ele quisesse partir. No futebol, é normal que os jogadores atuem onde eles quiserem. Ele é um ótimo atleta e preparado para estar no nível máximo. Se ele sair, tudo bem, mas não o entregaremos de graça”.