Quando um time que já contava com Di María, Modric, Benzema, Cristiano Ronaldo e Gareth Bale, entre outros, ainda vai atrás de dois dos melhores da Copa do Mundo, Kroos e James Rodríguez, isso é um sinal de que titularidade não é algo que se possa garantir com tanta antecedência nessa equipe. E é por isso que, após apenas uma temporada no Real Madrid, Bale tenta relembrar aos madridistas por que custou tão caro aos cofres do clube e por que ainda merece o mesmo lugar de destaque após a chegada de mais estrelas. Se depender do golaço de ontem, o galês já cumpriu sua missão.

VEJA TAMBÉM: Manchester United e Roma fizeram um jogo de golaços nos Estados Unidos

Neste sábado, Real e Inter se enfrentaram em Berkeley, na Califórnia, por um torneio amistoso, e os italianos acabaram vencendo o confronto nos pênaltis após um empate por 1 a 1 (vocês sabem como são os americanos; para eles, é simplesmente estranha essa história de um jogo terminar em empate). No entanto, todo o destaque do jogo ficou com o dono da camisa 11 merengue. Ainda aos dez minutos de partida, Bale abriu o placar com um chutaço incrível, sem demonstrar muito esforço para conseguir tal efeito na bola. Seja lá como Ancelotti pretenda escalar todas as estrelas com que conta, o galês lembrou que uma vaga tem de ser dele.