Genaro Gattuso nunca foi o mais delicado dos seres humanos quando jogava futebol, nem parece ser na nova carreira como treinador. Nesta sexta-feira, o técnico do Milan contou como deu jeito em um dos jovens do elenco rossonero, o meia-atacante Hachim Mastour: ameaçou arrebentar-lhe os dentes. Brincando, claro. Claro. Figura de linguagem. 

LEIA MAIS: Sombra do Milan na Serie A, o Benevento teve o gosto de vencer dentro do San Siro

Mastour, aos 15 anos, foi promovido por Seedorf ao elenco principal do Milan e ficou no banco de reservas na rodada final da temporada 2013/14, contra o Sassuolo. Não entrou em campo. Desde então, foi emprestado ao Málaga e ao PEC Zwolle, sem conseguir se firmar entre os adultos.

Fenômeno da internet por vídeos em que demonstra ter muita habilidade, como este com Neymar, foi promovido nesta temporada à equipe Primavera do Milan, que era treinada por Gattuso antes de assumir o time principal. Na entrevista coletiva antes do jogo contra o Verona, no fim de semana, Gattuso contou que lhe deu uma bronca para que evitar que ele fosse mais famoso pelos vídeos do que pelo futebol que realmente joga em campo. 

“Tenho falado frequentemente com ele. Eu até o ameacei porque ele havia ficado mais famoso por fazer vídeos do que por jogar futebol. Ele tem feito menos, há quatro ou cinco meses não vejo mais esses vídeos. Eu disse que lhe arrancaria os dentes. É um pecado. Nesses meses, tem treinado conosco, com muita personalidade. Tem empenho, tem paixão. Neste momento, o trem passou, mas não é que tem 50 anos. Se não me engano, é de 1998, tem 20 anos (tem 19). Tem que aprender com os erros. Precisa de continuidade porque nos jogos que fez no Primavera podemos notar que lhe falta ritmo de jogo”, disse. 

Em sétimo lugar, a um ponto da sexta Atalanta, o Milan recebe o Verona, no próximo sábado. Veja uma amostra das habilidades de Mastour e a declaração de Gattuso, a partir dos 21 minutos.

*Com o apoio linguístico de Márvio dos Anjos e Anaís Motta

.