O gol é o momento máximo de uma partida de futebol, e a empolgação por alcançá-lo é muito grande, dependendo das circunstâncias da partida. Ainda assim, se fosse necessário deixar algo claro sobre o que fazer após balançar a rede, essa coisa seria: não comemore de costas para o campo por muito tempo, ou você pode se arrepender. Aparantemente, os jogadores do Spartak Myjava, da primeira divisão da Eslováquia, não sabiam disso, e o resultado foi que levaram o empate logo na sequência, em um lance patético.

Logo após abrirem o placar, os atletas não tiveram pressa nenhuma para encerrar as comemorações. Vibraram ainda no campo do adversário, foram correndo lentamente rumo a seu lado do campo, no meio do caminho pararam para dividir a alegria com os companheiros que estavam no banco de reserva e se esqueceram completamente do oponente. Foi então que o Podbrezova deu reinício ao jogo rapidamente, aproveitando a brecha, e Pablo Rodio, atacante da equipe, encobriu o goleiro do Myjava antes que os adversários o alcançassem.

VEJA TAMBÉM: Desculpa, Neto Baiano, mas esse gol de antes do meio do campo foi ainda melhor que o seu

Apesar de toda a reclamação do Spartak Myjava, o árbitro da partida validou o gol, e o time teve que buscar o tento da vitória bem mais tarde, já no fim do jogo, aos 46 do segundo tempo. Por pouco não deixaram escapar uns pontinhos importantes neste início do Eslovacão, que teve apenas duas rodadas. Imagina o tamanho da bronca do técnico se não conseguissem…