O Manchester United de Louis van Gaal venceu mais uma nos Estados Unidos, desta vez contra uma desfalcada Roma, neste sábado. O jogo acabou 3 a 2, mas o destaque foram os golaços. Wayne Rooney e Juan Mata marcaram belos gols para os Diabos Vermelhos no primeiro tempo, quando o time abriu 3 a 0. Depois, foi a vez da Roma melhorar no jogo e diminuir o placar para 3 a 2, com direito a um golaço de Miralem Pjanic de trás do meio-campo. os jogos não servem muito para avaliar, mas dão uma prévia do que os times querem fazer, além de dar um gosto ao torcedores, o que aconteceu com os golaços marcados em Denver.

LEIA MAIS: O United quer se reconstruir com Van Gaal, e o orçamento não será o problema

Van Gaal jogou novamente com uma linha de cinco jogadores atrás quando se defendia, algo parecido com o que fez na Holanda. Na frente, Welbeck, Mata e Rooney tinham liberdade. Ainda é um esboço do time, que não tem todos os seus jogadores disponíveis e ainda quer contratar mais jogadores, mas é uma amostra que o técnico não terá medo de mudar. O Manchester United jogou quase sempre com linhas de quatro atrás e até no meio-campo. Com Van Gaal, a tendência é que isso não aconteça mais, especialmente no meio-campo.

A Roma não tinha muitos dos seus jogadores, por isso jogou com um time bastante mexido em relação àquele que deve começar a temporada. Muitos dos jogadores que serão titulares ou não começaram o jogo, ou sequer estão com a equipe ainda, casos de Kevin Strootman, Gervinho e Daniele De Rossi, que não estou com o time, e Francesco Totti e Miralem Pjanic, que começaram no banco.

Isso não impediu o jogo de ser bem interessante, o que gerou golaços de Rooney, Mata e Pjanic. E isso nós mostramos aí embaixo. Vale a pena conferir cada um deles:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:

– Mesmo em baixa, Manchester United assina o maior contrato esportivo da história

– O Manchester United fez um vídeo incrível para lançar seu novo uniforme

– Van Gaal tem o perfil ideal de que o Manchester United precisa no momento