A despedida de Andrés Iniesta do Barcelona vai além da mera questão clubística. São 22 anos de dedicação à camisa. O garoto que chegou à Catalunha repleto de incertezas naquele outono de 1996 não apenas transformou a sua própria história, ele também revolucionou a instituição que passou a defender e a própria identidade da seleção espanhola. Don Andrés não é protagonista único, mas ajuda a compor um antes e um depois, tanto ao Barcelona quanto à Espanha. É o símbolo de La Masía que chega ao máximo da categoria e o artífice da Roja que conquistou o mundo. Por isso mesmo, quando se fala no adeus de Iniesta ao Barça, cita-se o término de uma era. Ao Barcelona e ao próprio futebol espanhol, que ainda deve ter a Copa do Mundo como último capítulo da lenda.

VEJA TAMBÉM: Foi difícil tirar as palavras da garganta, mas Iniesta, enfim, se despediu do Barcelona

Assim, quem lamenta a saída de Iniesta do Barcelona não são apenas os barcelonistas. O veterano brindou todo mundo com sua maestria. E o mundo todo reverencia aquele que representa um ideal de comprometimento e de talento. As lágrimas de Iniesta não escorreram sozinhas, não apenas em seu rosto. Comoção que demonstra como o futebol é sua vida e também dá vida a tanta gente que o admira, justamente por esta paixão em comum. Por sua personalidade e por sua qualidade, é difícil encontrar uma figura no futebol que beire a unanimidade como Don Andrés.

Neste momento, resta relembrar cada vez mais o melhor do gênio, que se distanciará dos principais palcos a partir da próxima temporada. Ver Iniesta jogando é um deleite. Se todo o futebol o exalta nesta sexta, é porque pouquíssimos foram tão capazes de exaltarem o futebol com sua elegância. Abaixo, um vídeo com 15 minutos de dribles de Iniesta, sua mais encantadora arte. O trabalho é do canal HeilRJ, publicado em dezembro de 2017. Aprecie: