O Paulistão não vai parar. Apesar das ameaças que chegaram a ganhar alguma força no início da semana, o Bom Senso FC concluiu que a greve de uma rodada para protestar contra a invasão do CT do Corinthians poderia representar uma precipitação do movimento – seria o uso do último recurso para reclamar contra as torcidas organizadas, algo que sequer estava entre as pautas iniciais apresentadas em 2013.

Se uma greve de futebolistas é verdadeira raridade no Brasil, paralisações do tipo estão longe de ser algo inédito no futebol (como provou o Racing de Santander, na Espanha, há poucos dias), ou mesmo no continente. Abaixo, nós listamos algumas das huelgas e paros que ajudaram a mudar o modo como o esporte era levado na América Latina – e também algumas que, mesmo sem grandes conquistas reais, deram enxaquecas na cartolagem.

LEIA O TEXTO COMPLETO NO IMPEDIMENTO.