O técnico Pep Guardiola deu entrevista coletiva nesta sexta-feira, em Manchester, falando sobre o jogo contra o Brighton. Seu time, o Manchester City, é um dos grandes favoritos à conquista da Premier League e passou por uma intensa reformulação. O clube gastou € 240 milhões em transferências, sendo o clube inglês que mais gastou na janela. O treinador reconheceu que o clube gastou demais, mas justificou com a necessidade de reformulação do elenco e foi além: disse que o mercado, com esses valores, é insustentável.

LEIA TAMBÉM: Sinta o tamanho da paixão e o clima nas arquibancadas: Um guia das torcidas da Premier League

“O que está acontecendo é insustentável. Terá que acabar. Nós não vamos gastar tanto como gastamos nesta temporada. Quatro ou cinco jogadores acabaram seus contratos e levamos muitos anos sem contratar laterais, então necessitávamos. Este ano precisávamos, mas não vamos contratar muito nas próximas temporadas, agora temos uma equipe jovem. O clube foi inteligente de conseguir as contratações rapidamente. Quando vai contratar, se é uma equipe inglesa, o jogador custa 10 milhões a mais”, analisou o treinador.

Sobre os jogadores custarem caro, porém, Guardiola disse que há casos e casos. E deu um exemplo que ele viveu. “Eu já vivi isso com Daniel Alves. Quando o Barcelona pagou € 37,5 milhões ao Sevilla por um defensor, as pessoas colocaram as mãos na cabeça. Mas não podemos dizer que foi uma contratação ruim, foi o melhor lateral que o Barcelona teve em muitos anos. Se Neymar rende bem e vence, não será caro. Há três ou quatro jogadores que nunca são caros. O que geram, o que te dão. Cristiano não foi caro para o Real Madrid”, opinou o catalão.

Guardiola não ligou muito sobre o rótulo de favorito. “Ano passado também éramos favoritos e acabamos a 15 pontos do líder”, ele afirmou. “A Premier League é fascinante, é a liga mais acompanhada do mundo. Economicamente e em nível de negócio, é a melhor do mundo. Nos últimos anos, as equipes espanholas tem dominado as competições europeias, mas estamos tentando reduzir essa desvantagem”.

O Manchester City é o clube que mais gastou nesta janela de transferências entre os ingleses. E Guardiola, mais uma vez, defendeu a necessidade de fazer as mudanças. “Fizemos um bom trabalho com os jogadores que tínhamos, mas tínhamos uma das equipes com média de idade mais alta da Premier League e decidimos fazer mudanças. Agora, a média é de uns 24 anos. Sim, gastamos dinheiro, mas todos, exceto o Tottenham, gastaram muito dinheiro”, analisou ainda o treinador.

O Manchester United estreia na Premier League neste sábado, às 13h30, com transmissão da ESPN Brasil (veja mais jogos transmitidos na Programação de TV).