A estreia do Real Madrid por La Liga 2009/10 não era uma partida normal. O duelo contra o Deportivo de La Coruña, no dia 29 de agosto de 2009, marcava o início de uma era. A torcida no Santiago Bernabéu era apresentada para a segunda geração de galácticos, que contava com as primeiras partidas de Xabi Alonso, Benzema e Kaká. No entanto, a era que realmente começava nos merengues foi a de Cristiano Ronaldo, que fazia sua primeira partida oficial pelo clube e também marcava o seu primeiro gol.

O maior da história da LC: todos os detalhes do recorde de gols de Cristiano Ronaldo

Foi o primeiro dos 255 tentos que o craque anotou (até agora) pelo Real. Curiosamente, graças à ajuda do antigo camisa 7: Raúl sofreu o pênalti que o português converteu, ajudando na vitória por 3 a 2 sobre o Depor. A partir de então, foram cinco anos de glórias de CR7 no Bernabéu. Nem sempre com a melhor relação com a torcida, é verdade, que o vaiou em alguns momentos, reclamando de boca cheia do ídolo do qual pode gritar o nome. Afinal, se marcar tantos gols em tão pouco tempo é uma marca raríssima, fazer tudo isso em 250 jogos é algo possível apenas para um monstro como Cristiano Ronaldo.

Nem todas as vezes CR7 saiu campeão. Ainda assim, o seu melhor ano no Real Madrid foi justamente o último, quando finalmente deu ao clube a sua maior obsessão, o décimo título da Liga dos Campeões. E quando Cristiano também fez suas vontades, ao recuperar a Bola de Ouro, a Chuteira de Ouro e ainda quebrar o recorde de gols em uma só edição da Champions, 17, algo que quase ninguém parece capaz de superar. E, na véspera do aniversário de sua estreia, ainda recebeu o troféu que faltava em sua estante, o de melhor da temporada europeia, entregue pela Uefa.

Abaixo, um vídeo com os primeiros 250 gols de Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid – mais dois da temporada passada, incluindo o da final da LC, e outros três desta. Para enfatizar como esses cinco anos desde sua estreia foram marcantes: