Embora tenha conquistado uma importante vitória em Eindhoven, o Lyon manteve os pés no chão quanto à classificação para a próxima fase da Liga dos Campeões. O PSV mantém a confiança para o jogo de volta na França, e Gomes reconheceu ter errado no gol marcado por Juninho Pernambucano.

Gomes aceitou a falha no lance do gol do brasileiro. “Reconheço a culpa no gol. O Juninho quase havia me surpreendido em uma cobrança no primeiro tempo. Deveria saber disso pois conheço as faltas batidas por ele durante os treinos da Seleção, mas assim mesmo ele me surpreendeu. Isto é inaceitável”, lamentou o goleiro.

Para Guus Hiddink, faltou experiência para a equipe para evitar a derrota. “Ninguém reagiu quando o Juninho roubou a bola. A barreira se abaixou quando o melhor teria sido deixar a bola bater no rosto Tudo se faz com experiência, mas temos nosso destino nas mãos”, disse o treinador.

Gérard Houllier comemorou o triunfo da equipe em Eindhoven. “No conjunto do jogo, nossa vitória não foi usurpada. Tivemos ocasiões e, com um pouco mais de realismo no jogo de Carew teríamos marcado mais cedo. Destaco o ótimo final de partida de Juninho com um gol decisivo e uma excelente atuação. Ele é uma verdadeira estrela a serviço da equipe”, elogiou.

Para Grégory Coupet, a vitória na Holanda não deve ser um sinônimo de que a classificação já está garantida.”Havia dito que sairíamos de Eindhoven de cabeça erguida e foi isso o que aconteceu. Nada está feito porque enfrentamos um adversário muito inteligente do ponto de vista tático”, analisou.