Podem esperar de Wayne Rooney o mesmo de Maradona na próxima Copa. Pelo menos esta é a opinião de Glenn Hoddle, que comparou a importância do atacante com o desempenho do argentino no Mundial de 86.

“Rooney é um jogador extra especial. O que ele faz é superar o padrão, a mesma coisa que Platini fez pela França e Maradona pela Argentina. Se olharmos para cada seleção que ganhou a Copa, cada uma delas tinha um jogador extra especial, que sustentava a equipe. Tivemos Bobby Charlton em 1966”, disse o treinador em entrevista à Rádio BBC.

Ele destacou o papel desempenhado pelo jovem jogador do Manchester United na seleção. “Não importa se ele joga contra o Brasil ou outro time. Quando ele está em campo, outros jogadores fazem gols e encontram espaços, porque os defensores estão todos sobre Rooney. É sempre bom ter um jogador como ele”.

Hoddle aponta o Brasil como favorito para vencer o Mundial, mas para ele a Inglaterra não fica muito atrás. “Acho que o Brasil está um degrau acima e estão perto de formar uma equipe melhor que a de 2002. Porém, os ingleses estão no mesmo nível do que os outros”.