Surgido na base do Real Madrid e vindo do Villarreal, o atacante espanhol Francisco Sol Ortiz – o Fran Sol – vinha sendo o destaque do Willem II nesta temporada do futebol holandês. Nos últimos 15 dias, marcara quatro gols: dois contra o Twente (vitória do Willem II por 3 a 1, pelo Campeonato Holandês), um contra o Groningen (outro triunfo na Eredivisie – 1 a 0) e mais um contra o Heerenveen (no 2 a 1 que classificou o Willem II na Copa da Holanda, quarta-feira passada). Mas tudo isso se interrompeu na quinta: o clube da cidade de Tilburg anunciou a descoberta de um tumor nos testículos de Fran Sol, já removido nesta sexta.

Obviamente, o espanhol ficará parado por tempo indeterminado. Mas a torcida dos Tilburgers já aproveitou a oportunidade para homenageá-lo: neste sábado, contra o Ajax, levantou bandeiras da Espanha, além da faixa já exposta nas cadeiras do estádio, no nono minuto do primeiro tempo – referência ao número 9 que Fran Sol leva. Uma bonita homenagem, quase estendida pelo time que jogava em campo. O Willem II chegou a fazer 1 a 0 sobre o Ajax – no segundo tempo, de pênalti, o esloveno Etien Velikonja (substituto de Fran) foi o autor do gol.

Porém, no final, o Ajax conseguiu se aliviar. Aos 26 minutos do segundo tempo, Lasse Schöne empatou, em chute de fora; aos 34, Siem de Jong virou; e nos acréscimos, David Neres fez seu quarto gol nas quatro partidas mais recentes dos Ajacieden pela Eredivisie, confirmando a vitória dos visitantes por 3 a 1.

Ainda assim, o Willem II saiu de campo reanimado. Terá sido melhor ainda se Fran Sol estiver reanimado pelo apoio à luta pessoal que terá.