O clássico entre Milan e Inter acabou sem vencedores. Em jogo atrasado da 27ª rodada por causa da morte do zagueiro David Astori, da Fiorentina, o Derby Della Madonnina acabou em 0 a 0, em jogo que os dois times tiveram algumas chances, mas não souberam aproveitar. As oportunidades mais claras, porém, foram da Inter. O artilheiro e capitão Mauro Icardi chutou para fora duas chances embaixo da trave e o placar acabou mesmo no zero. Muitas vezes decisivo, o capitão da Inter saiu de campo com a sensação que poderia ter dado a vitória ao seu time.

LEIA TAMBÉM: Em jogos adiados pela morte de Astori, Fiorentina e Samp esquentam a briga pela Liga Europa

O Milan teve uma ótima chance aos 21 minutos. Çalhanoglu cobrou falta para a área e Bonucci cabeceou no chão. Handanovic fez grande defesa. Mas as melhroes chances do primeiro tempo foram da Inter. Candreva, em um chute forte, obrigou o goleiro do Milan a uma boa defesa. Brozovic, em dois chutes de fora da área, também desperdiçou oportunidades.

Aos 37 minutos, ataque rápido da Inter pelo meio, com Candreva recebendo e tocando para Icardi, que dominou, olhou o goleiro e tocou bem para marcar 1 a 0. Só que o árbitro Marco Di Bello consultou o VAR e anulou o gol por impedimento do argentino – milimétrico, mas que aconteceu.

No primeiro lance de ataque do segundo tempo, Perisic cruzou e a bola bateu na trave. Na continuação do lance, quase Donnarumma toma um frango em uma bola fácil. O Milan respondeu rápido. Em um ataque pela direita, Calabria tocou para Kessié, que finalizou para fora.

Atacando mais, a Inter ficou muito perto de marcar em um ataque rápido pelo meio. Rafinha aproveitou boa jogada de Cancelo e abriu na direita para Candreva, livre, cruzar rasteiro. O gol estava aberto para Icardi, mas o argentino errou o alvo e chutou fora.

O Milan assustou aos 23 minutos. Em um cruzamento para a área, Cutrone fez um movimento acrobático para dar um voleio e marcar o gol. Ele estava impedido, porém, e o gol foi anulado. Logo depois, o atacante foi substituído por Nikola Kalinic. Entrou também o meio-campista Manual Locatelli.

O maior perigo levado pelo Milan era nas bolas paradas, com cruzamentos de Çalhanoglu. A Inter tinha os lances pelos lados do campo, em velocidade. E foi já nos acréscimos que o time azul e preto perdeu mais uma chance clara. Em um cruzamento rasteiro para a área, o centroavante Icardi se esticou e, na pequena área e sem goleiro, tocou para fora. Segunda chance com gol aberto perdido pelo camisa 9 interista.

Com isso, o jogo acabou mesmo em 0 a 0. A posse de bola foi bastante próxima – 56% da Inter, 44% do Milan. No primeiro tempo, o Milan teve vantagem na posse de bola, mas chutou menos a gol. No total, a Inter chutou 14 vezes a gol, com apenas dois chutes no alvo. O Milan chutou 13 vezes, com três bolas no alvo.

O resultado acaba sendo pior para o Milan, que busca o sonho de estar entre os quatro primeiros e voltar à Champions League. Os milanistas é o sexto colocado com 51 pontos, enquanto a Inter é a quarta colocada com 59, um ponto atrás da Roma, terceira. A Lazio, quinta, tem 57.

Ficha técnica

Milan 0x0 Inter

Local: Estádio Giuseppe Meazza (San Siro), em Milão (ITA)
Árbitro: Marco Di Bello (ITA)
Gols: sem gols
Cartões amarelos: Suso (Milan), Skriniar, Cancelo, Perisic, Candreva (Inter)
Cartões vermelhos: nenhum

Milan

Gianluigi Donnarumma; Davide Calabria, Leonardo Bonucci, Alessio Romagnoli e Ricardo Rodríguez; Frank Kessié, Riccardo Montolivo (Manuel Locatelli aos 24’/2T) e Giacomo Bonaventura; Suso, Hakan Çalhanoglu e Patrick Cutrone (Nikola Kalinic aos 24’/2T). Técnico: Gennaro Gattuso

Inter

Samir Handanovic; João Cancelo, Milan Skriniar, Miranda e Danilo D’Ambrosio; Roberto Gagliardini e Marcelo Brozovic; Antonio Candreva (Éder aos 33’/2T), Rafinha (Borja Valero aos 26’/2T) e Ivan Perisic; Mauro Icardi. Técnico: Luciano Spalletti