Mauro Icardi tem sido um dos poucos pontos positivos da Internazionale nos últimos anos, de muitas derrapadas e longe das primeiras posições, de títulos e até da Champions League. O jogador deixou aberta a possibilidade de deixar o clube ao final da temporada, mas também ressaltou o quanto tem carinho pela equipe.

LEIA TAMBÉM: Icardi chega a 25 gols na Serie A e iguala melhores temporadas de Ibrahimovic e Ronaldo

“Cem gols pela Inter na Serie A? Eu estou feliz em me colocar na história de um clube como a Inter”, afirmou o treinador ao Ole. “É uma fonte de orgulho para mim e eu nunca poderia imaginar. Não é fácil chegar a esses números na Itália, então eu agradeço meus companheiros de time que tornaram isso possível”.

“Como me tornei capitão da Inter tão jovem? Foi resultado do meu trabalho no clube e o meu comprometimento”, afirmou Icardi. “Champions League? As coisas não foram como nós esperávamos antes, mas eu sou sempre otimista e eu tenho certeza que a Inter logo estará onde ela merece estar”.

Quando perguntado sobre os rumores de transferência, Icardi deu pouca importância. “É sempre bom ser apreciado e eu acho que é uma consequência do meu crescimento. Por isso que as conquistas pessoais são atingidas e outros grandes clubes te apreciam. Por que eu fiquei? A Inter sempre foi o meu time”, contou Icardi. “Quando eu era criança, eu sempre escolhia a Inter no Playstation. Eu sempre joguei como a Inter. É por isso que eu gosto de jogar aqui e eu escolhi ficar aqui”.

O atacante foi perguntado sobre o interesse de clubes como Real Madrid e Chelsea. “Eu estou muito calmo e sempre focado nos meus objetivos para o time. Eu não posso prever o futuro. Por isso, eu aproveito o presente e sempre dou o meu melhor”, afirmou.

O repórter do Olé cita que sua esposa e empresária, Wanda Nara, disse que eles se veem muitos anos mais em Milão. O repórter pergunta o que ele diria sobre isso. “Como eu disse, eu não sei o que o futuro me reserva. Meu presente é aqui. É onde eu tenho nossa casa, nossos amigos e a nossa vida”, disse Icardi.

Aos 25 anos, Icardi é o capitão da Inter há duas temporadas. Assumiu a braçadeira de forma surpreendente em 2015, um ano depois da aposentadoria de Javier Zanetti, antigo dono da braçadeira. Por uma temporada, quem a vestiu foi Andrea Ranocchia, mas o zagueiro não conseguiu ter bom desempenho, perdeu a posição no time e também a braçadeira. Acabaria até saindo do clube, emprestado ao Hull, antes de voltar, por falta de opção do time para contratar zagueiros.

Em termos de desempenho, Icardi tem números excelentes. Chegou à Inter em 2013, quando fez nove gols em 23 jogos, ainda tentando se firmar como um titular do time. Já na temporada seguinte, mostrou o seu poder de fogo: 48 jogos, 27 gols. Em 2015/16 fez menos jogos, 34, e marcou 16 gols. Na temporada 2016/17, foram 26 gols em 41 jogos. Nesta, já igualou os mesmos 26 gols, mas em 32 jogos.