O fechamento da janela de transferências no fim de janeiro não impediu o Portsmouth de completar uma contratação de última hora, na semana passada. O problema é que Rob Philips, 44 anos, nunca jogou futebol profissional na vida e dificilmente vai ajudar o clube do seu coração a se recuperar na quarta divisão do futebol inglês.

Philips não convenceu a diretoria do campeão da Copa da Inglaterra de 2008 a oferecer um contrato até o fim da temporada porque sabe balançar as redes ou desarmar os adversários. Fã de pizza, ele venceu um concurso da pizzaria Papa John’s, patrocinadora oficial da Football League, que organiza as divisões inferiores da Inglaterra.

“É demais poder assinar com o clube para o qual eu torço desde criança. Os rapazes me receberam muito bem. Eu escolhi o número 44 porque sábado passado foi meu 44° aniversário”, disse.

Portanto, Philips vai treinar com o time principal, ser inscrito na liga e colocar o seu nome naqueles livrinhos sobre os jogos que os clubes da Inglaterra entregam antes do pontapé inicial. Como o Portsmouth está na 17ª posição da quarta divisão da Inglaterra, não surpreenderia se ele também conseguisse entrar no fim de uma partida ou outra.