Quando se falar sobre esta Lazio que, mesmo sem ter o maior dos orçamentos, briga palmo a palmo pela vaga na Liga dos Campeões, a menção a Ciro Immobile é obrigatória. Definidor por natureza, o centroavante possui uma importância significativa nos números do time. E depois de se tornar, semanas atrás, o maior artilheiro dos biancocelesti em uma única edição de Serie A, superando Giuseppe Signori e Hernán Crespo, o centroavante continua empilhando gols. Neste domingo foram dois, em vitória importante no Estádio Olímpico. Os laziali golearam a Sampdoria por 4 a 0, assegurando seu lugar no G-4 do Italiano.

A partida se definiu ainda no primeiro tempo, com Sergej-Milinkovic Savic e Stefan De Vrij anotando os dois primeiros gols. Já na etapa complementar, Immobile sobrou. Fez o terceiro, em lance de puro oportunismo e senso de colocação, escorando o cruzamento de Milinkovic-Savic sem qualquer trabalho. Já ao final, em contra-ataque aberto aos anfitriões, o matador fechou a contagem.

Com a atuação deste domingo, Immobile chega a 29 gols e nove assistências na Serie A, em apenas 31 partidas disputadas. Não à toa, a Lazio conta com o melhor ataque do campeonato, superando até mesmo Juventus e Napoli. E com mais quatro rodadas restantes, o italiano pode buscar marcas históricas. É difícil imaginar que ele alcance os 36 tentos de Gonzalo Higuaín em 2015/16, recorde da competição nacional ao lado de Gino Rossetti, em 1928/29. Ainda assim, superar a barreira dos 30 gols é algo que aconteceu apenas três vezes desde a década de 1960. Além do mais, seria a maior marca individual de um clube romano, superando os 29 gols dos romanistas Rodolfo Volk e Edin Dzeko. Representa uma redenção a Immobile, que, entre os altos e baixos de sua trajetória, chegou ao ápice na Lazio.

Principal concorrente do laziale pela artilharia, Mauro Icardi também anotou seu gol neste domingo. O argentino marcou o primeiro gol na vitória da Internazionale por 2 a 1 sobre o Chievo, chegando aos 26 tentos na Serie A. Ivan Perisic ampliou em Verona, enquanto os anfitriões descontaram no fim, com Mariusz Stepinski. Ainda na quinta colocação, os nerazzurri chegam aos 66 pontos. Somam um a menos que Lazio e Roma, firmes na zona de classificação à Liga dos Campeões.

Neste domingo, destaque também à vitória da Atalanta, séria candidata a retornar à Liga Europa em mais uma temporada. Em Bérgamo, a Dea derrotou o Torino por 2 a 1, com Remo Freuler e Robin Gosens definindo o placar. Sexto colocado, o time de Gian Piero Gasperini ultrapassa o Milan na tabela e abre quatro pontos em relação a Sampdoria e Fiorentina, também concorrentes ao torneio continental.

Já na rabeira, olho no possível milagre do Crotone. Motivado pelo empate com a Juventus, o clube conquistou uma vitória imensa neste domingo, ao bater a Udinese por 2 a 1. Foi a 11ª derrota consecutiva dos friulani, rivais diretos contra o rebaixamento. A vitória tirou o Crotone do Z-3, chegando aos 31 pontos, dois acima da zona vermelha. Já a Udinese tem 33 e precisa se cuidar. Com o resultado, o Benevento está matematicamente relegado à Serie B para a temporada 2018/19, apesar da vitória sobre o Milan neste sábado.