Kevin Prince-Boateng terminou de vencer o Bayer Leverkusen por 2 a 1 pelo Schalke 04 e foi escolhido para o exame anti-doping. Desceu para os vestiários, sentou na pia, abriu uma cerveja, acendeu um cigarro e pegou o celular para checar as redes sociais, sem impedir que tirassem uma foto dele ou se importar com o que os outros iam pensar.

Naturalmente, o mundo meio chato do futebol começou com a polêmica. Sobrou para o técnico do Schalke 04, Horst Heldt, explicar que é normal os jogadores tomarem uma cerveja para cumprirem as exigências do teste anti-doping com mais facilidade. E Boateng também é conhecido por fumar um cigarro depois de uma vitória. Deixando as polêmicas de lado, fica apenas a imagem de um cara desencanado.