Rivalidade é a palavra de ordem na Inglaterra para este fim de semana. Rivalidade local para ser mais específico. Aquele jogo que o permite tirar sarro do melhor amigo ou sair de casa vestindo a camisa do seu clube de cabeça erguida. Ou, em caso de derrota, se esconder no banheiro até o próximo dérbi. O duelo entre líderes da Premier League, ambos de Manchester, e o clássico de Merseyside, entre Liverpool e Everton, são as principais atrações do fim de semana. E o melhor de tudo é que você nem precisa sair do sofá: é um atrás do outro na hora do almoço de domingo.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE TV COMPLETA DO FIM DE SEMANA

Além de saborear uma bela macarronada vendo o melhor do futebol inglês, também vale a pena ficar de olho em outro duelos dos próximos dias. A Major League Soccer chega ao fim com a reedição da final do ano passado, entre Seattle Sounders e Toronto, e o Mundial de Clubes realiza as suas quartas de final, o que significa que conheceremos os adversários de Grêmio e Real Madrid.

Ah. Esqueci de mencionar. Ainda tem Juventus x Internazionale e Ajax x PSV.

O jogão

Manchester United x Manchester City
Domingo, 14h30 (ESPN Brasil e Watch ESPN)
Cotações da Oddshark: United (3.36), City (2.22), empate (3.48)

Desde que ficou claro que os melhores times do começo da temporada inglesa eram os que dividem residência em Manchester, o dérbi da cidade tornou-se o jogo mais esperado da Premier League. A superioridade reflete-se na tabela: o City lidera com 43 pontos; o United persegue, oito pontos atrás. Seria interessante para a disputa do campeonato que os Red Devils conseguissem aproveitar o momento hesitante do rival para acender a faísca da briga pelo título.

É um pouco complicado dizer que uma equipe que em 15 rodadas venceu 14 e empatou a outra passa por um momento hesitante, mas a superioridade que o Manchester City já demonstrou nesta temporada não é mais a mesma. As últimas três vitórias, todas por 2 a 1, contra Huddersfield, Southampton e West Ham foram arrancadas à força, com o gol decisivo surgindo sempre depois dos 38 minutos do segundo tempo – o de Sterling contra os Saints, aos 51.

Além disso, na última quarta-feira, o Manchester City sofreu a primeira derrota da temporada, para o Shakhtar Donetsk, com uma defesa reserva e alguns jovens em campo, e já classificado em primeiro lugar do seu grupo da Champions League. Mas, ainda assim, perdeu, enquanto o Manchester United está embalado por quatro vitórias seguidas pela liga e fez um grande jogo contra o Arsenal na última rodada.

O Old Trafford, ultimamente, não tem sido um trunfo tão importante para o United no clássico contra o City. Nos últimos sete dérbis, os donos da casa conseguiram apenas duas vitórias no estádio, com um empate e quatro derrotas, incluindo aquela goleada por 6 a 1 em 2011.

O clássico

Liverpool x Everton
Domingo, 12h15 (ESPN Brasil e Watch ESPN)
Cotações da Oddshark: Liverpool (1.30), Everton (10.75), empate (5.92)

Por falar em dérbi, as margens do rio Mersey estarão agitadas no domingo para o clássico da cidade de Liverpool. E o Everton tem alguns pontos a provar. O primeiro: não vence o Liverpool, por todas as competições, em todos os lugares, desde outubro de 2010. São 14 jogos, com sete derrotas e sete empates. O segundo: não vence em Anfield desde o milênio passado, em 1999, quando um jovem Steven Gerrard foi expulso e Kevin Campbell fez o único gol da partida. São 18 visitas ao estádio adversário sem sentir o gostinho da vitória, mas sentindo o gostinho da derrota e do empate nove vezes cada. O terceiro ponto a provar do Everton é que a breve recuperação sob o comando de Sam Allardyce – 2 a 0 sobre o Huddersfield e 3 a 0 no Apollon – é verdadeira. Nada melhor do que fazer esse argumento quebrando tabus contra o Liverpool.

Fique de olho

Juventus x Internazionale
Sábado, 17h45 (Fox Sport 2)
Cotações da Oddshark: Juventus (1.72), Internazionale (5.14), empate (3.81)

Icardi, da Internazionale (Foto: Getty Images)

A hegemonia da Juventus nunca pareceu tão ameaçada e, ainda assim, a Velha Senhora dista apenas dois pontos da liderança e acabou de derrotar quem se colocava como principal candidato ao título, o Napoli. A próxima da lista de tarefas é a Internazionale, primeira colocada, com a única campanha invicta da Serie A, fruto de um belo trabalho de Luciano Spalletti. Fora de competições europeias, a Inter descansou a semana inteira, enquanto a Juventus fechava sua classificação às oitavas de final da Champions League na Grécia. Além de não perderem, os nerazzurri têm voltado inteiro das viagens mais difíceis: venceram a Roma, na capital, e saíram do San Paolo com um empate. Mas a última vez que tirou três pontos de Turim contra a rival foi em 2012.

Ajax x PSV
Domingo, 13h45 (ESPN Extra e Watch ESPN)
Cotações da Oddshark: Ajax (1.85), PSV (4.17), empate (3.70)

O Campeonato Holandês já está decidido? Difícil fazer essa afirmação no começo de dezembro, mas o PSV carrega uma eficiência irritante. Venceu 13 jogos em 14 rodadas e tem oito pontos de vantagem para o segundo colocado, o AZ Alkmaar. Para o grande rival Ajax, já são dez, e uma vitória no clássico poderia tornar essa distância inalcançável, mesmo ainda faltando muitos jogos para o fim da Eredivisie. O Ajax vem em leve recuperação: seis vitórias nas últimas oito rodadas, com direito a 8 a 0 no NAC Breda e 5 a 1 no Roda JC. Mas os tropeços contra Utrecht, em casa, e diante do Twente, depois de ter vantagens de 2 a 0 e 3 a 2, machucam bastante.

Napoli x Fiorentina
Domingo, 12h (ESPN+ e Watch ESPN)
Cotações da Oddshark: Napoli (1.37), Fiorentina (8.12), empate (5.38)

O dono do melhor futebol da Itália começou a tropeçar. Na última rodada da Serie A, perdeu a invencibilidade de 26 rodadas da liga italiana, justamente para a Juventus, a adversária que o Napoli mais queria manter distante. Em seguida, foi derrotado pelo Feyenoord e acabou eliminado da Champions League – com a vitória do Shakhtar sobre o City, mesmo os três pontos na Holanda não o teriam salvado. Foi a primeira vez desde fevereiro que o time de Sarri perdeu dois jogos seguidos, por todas as competições, e desde outubro do ano passado ele não perde três. A recuperação pode começar contra a Fiorentina, sétima colocada.

O cara

Real Madrid x Sevilla
Sábado, 13h15 (Fox Sports)
Cotações da Oddshark: Real Madrid (1.33), Sevilla (8.60), empate (5.90)

Cristiano Ronaldo, do Real Madrid (Photo by Laurence Griffiths/Getty Images)

Cristiano Ronaldo entra em campo contra o Sevilla energizado pelo reconhecimento da crítica especializada. Na última quinta-feira, conquistou a Bola de Ouro, prêmio concedido pela revista France Football ao melhor jogador do mundo, pela quinta vez na sua carreira, igualando a estante de Lionel Messi. Nada mal, mas seria bom se ele voltasse a marcar gols pelo Campeonato Espanhol. Ronaldo anotou nove tentos em seis jogos da fase de grupos da Champions, pelo menos um em cada duelo, mas a máquina deu uma enguiçada em La Liga. Seu primeiro tento saiu no seu quarto jogo e, desde então, ele só fez mais um. Dois gols em dez rodadas são números irreais para um jogador que se acostumou a terminar o campeonato além dos 40. Talvez por isso o Real Madrid esteja a oito pontos do líder Barcelona.

O reencontro

Toronto x Seattle Sounders
Sábado, 19h30 (ESPN+, Watch ESPN e SporTV 2)
Cotações da Oddshark: Toronto (1.80), Seattle (4.75), empate (3.47)

Seattle Sounders, campeão de 2016

A Major League Soccer conhecerá o seu campeão, neste sábado. Toronto e Seattle Sounders confirmaram que são os melhores times da liga americana chegando à decisão pelo segundo ano seguido. É apenas a terceira vez na história da MLS que isso acontece – Houston Dynamo e New England Revolution (2006 e 2007) e Los Angeles Galaxy e Houston Dynamo (2011 e 2012). Na final anterior, a equipe de Seattle saiu vencedora, nos pênaltis, após 0 a 0 no tempo regulamentar. Liderado por Sebastian Giovinco, com 17 gols e seis assistências na temporada, o Toronto passou pelas últimas duas fases do mata-mata marcando sete tentos nos seus adversários, o New York City e o Montreal Impact.

Vale uma zapeada

Estudiantes x Boca Juniors
Domingo, 23h (Fox Sports 2)
Cotações da Oddshark: Estudiantes (3.19), Boca (2.42), empate (2.95)

O domingo termina com um belo jogo na Argentina. O líder Boca Juniors tentará abrir vantagem na ponta contra o Estudiantes, em décimo lugar, o que no inchado Campeonato Argentino ainda representa a parte de cima da tabela. O Boca vinha imbatível no torneio até perder duas vezes seguidas, para Racing e Rosário Central. Recuperou-se ganhando do Arsenal de Sarandí, por 2 a 0, no último domingo. A equipe de La Plata esboça uma reação, depois de um começo bem ruim. Bateu três dos seus últimos quatro adversários, Argentinos Juniors, Atlético Tucumán e Talleres Córdoba, todos por 1 a 0.

Borussia Monchengladbach x Schalke 04
Sábado, 15h30 (Fox Sports)
Cotações da Oddshark: Gladbach (2.24), Schalke (3.24), empate (3.53)

É o duelo entre o terceiro e o quarto colocado do Campeonato Alemão. O Schalke 04 tem se mostrado uma equipe difícil de ser batida, invicto há oito rodadas da Bundesliga. Mas empatou muito: quatro vezes. O Monchengladbach também tem poucas derrotas, apenas quatro, mas, quando perde, gosta de caprichar. Levou 6 a 1 do Borussia Dortmund, 5 a 1 do Bayer Leverkusen e 3 a 0 do Wolfsburg, no último domingo.

Pachuca x Wyad Casablanca
Sábado, 11h (Fox Sports e SporTV)
Cotações da Oddshark: Pachuca (1.75), Wyad (5.01), empate (3.53)

Na manhã de sábado, conheceremos o primeiro adversário do Grêmio no Mundial de Clubes. O Pachuca encara o Wyad Casablanca, atual campeão africano. No outro lado da chave, estão Al Jazira, que passou pelo Auckland City no meio da semana, e o Urawa Red Diamonds, campeão asiático. Eles duelaram na tarde de sábado pelo direito de enfrentar o Real Madrid.