Ver um jogo de Copa do Mundo no bar é algo bastante comum, certo? Ainda mais para assistir ao jogo de estreia da seleção do seu país, que será em um horário ingrato, tipo 23h. Bom, mas os ingleses não poderão fazer isso. Não será permitida a venda de cerveja em bares ingleses durante o jogo de estreia da seleção inglesa, no dia 14 de junho. O jogo será às 18h no horário de Brasília, 23h no horário inglês. Por lá, os bares só podem vender álcool até às 22h.

Segundo o jornal Guardian, a Associação Britânica de Cervejas e Bares pediu a extensão do horário permitido para venda de cervejas nos chamados pubs, para até o final do jogo da Inglaterra contra a Itália, por volta de meia noite. O pedido foi negado pelo governo britânico, o que significa que os ingleses terão que assistir ao jogo sem beber. Ou, ao menos, bebendo em casa. A decisão, obviamente, enfureceu a associação – imagine o quanto os bares irão perder sem poder vender bebida em um jogo da seleção do país na Copa? Pois é.

São raras as situações que o governo libera a venda de cerveja fora do horário permitido, até 22h. Entre os episódios mais recentes em que isso aconteceu, o horário foi estendido nas comemorações do jubileu de diamante da Rainha, em 2012, e no dia do casamento real em 2011. Mas a Copa do Mundo parece não ser motivo suficiente para liberar as cervejas. Afinal, casamento real é algo de real importância (rá!), enquanto a Copa do mundo, bah, o que importa, não é mesmo?

“O Ministério nos respondeu dizendo que ‘não considera isso de importância nacional’. Eles não entenderam alguma coisa aqui e deveriam reconsiderar a decisão”, disse o executivo-chefe da Associação Britânica de Cervejas e Bares. O Home Office, departamento do governo britânico responsável por regular essa questão, tem poder para estender o horário de venda de bebidas alcoólicas em situações de “excepcional importância internacional, nacional ou local”. Como a Copa é um evento qualquer, que quase não atrai a atenção das pessoas no mundo, menos ainda dos ingleses, então não tem problema. Importante mesmo é o casamento dos pombinhos reais.

Parece que o ministro não tá disposto a ver um monte de bêbados andando pelas ruas do país à meia-noite, horário que irá terminar o jogo de estreia da Inglaterra no Mundial do Brasil. “Nós não temos planos de estender as horas licenciadas para a Copa do Mundo deste ano. É a nossa prática comum estender o período licenciado de acordo com a Lei de Licenciamento de 2003, apenas em casos excepcionais, geralmente em eventos únicos, como o jubileu de ouro, não em períodos prolongados”, afirmou o ministro Norman Baker.

É, então parece que os ingleses vão passar a estreia da seleção na Copa sóbrios mesmo. Pô, Cameron, pede para o seu ministro liberar a cerveja para a galera aí! É Copa do Mundo! Se até o casamento real suscitou estender o horário de venda de bebidas, por que não a estreia na Copa? Libera aí, primeiro ministro! Você pode beber com o presidente da França, por que a galera não pode tomar uma gelada vendo a Copa?