Cerro Porteño e Internacional venceram suas partidas pela segunda rodada da Libertadores nesta quinta e lideram seus grupos. O time paraguaio derrotou o Rosario Central por 2 a 0 fora de casa, enquanto a equipe gaúcha ganhou do Nacional por 3 a 0 no Beira-Rio.

No grupo 6, o Inter pressionou o time uruguaio desde o início. O primeiro gol saiu aos 20 minutos, com um belo gol de Michel. Ele recebeu passe de Fernandão, driblou o goleiro Bava e tocou para as redes.

Dois minutos depois, Ceará cobrou falta e Fernandão, de cabeça, ampliou para o Internacional. Com a vantagem, o Internacional diminuiu o ritmo na segunda etapa. Mesmo assim, seguiu com amplo domínio sobre o rival.

A tarefa da equipe gaúcha ficou mais fácil aos 16. Jaume deu uma entrada dura em Iarley e recebeu cartão vermelho. Com um a mais, o Inter continuou soberano em campo. Aos 27, Rubens Cardoso acertou a trave em um cruzamento.

Aos 42, Rubens Cardoso aproveitou uma bobeada da defesa, driblou o goleiro e fez o terceiro. O Internacional foi a quatro pontos, enquanto o Nacional, em terceiro, está com três.

Pelo grupo 7, o mesmo do Palmeiras, o Cerro Porteño assumiu a liderança provisória ao bater o Rosario Central na Argentina. De cara, o jogo foi interrompido por dez minutos. Aos dois, Achucarro sofreu uma entrada violenta de Grabowski, do Rosario. Com um corte na perna, o jogador não pôde ser levado para fora do campo, pois não havia maqueiros.

A equipe paraguaia saiu na frente aos 36, graças a uma falha do goleiro Alvarez. Em um chutão para a área do Rosario, Alvarez saiu mal e permitiu a cabeçada de Fassi. Ávalos recebeu a bola e tocou para as redes.

O Cerro Porteño marcou o segundo aos 13. Fretes cobrou escanteio, Borzani tentou cortar mas acabou mandando contra sua própria meta. A equipe paraguaia foi a quatro pontos. O Rosario Central é o lanterna, com duas derrotas consecutivas.