Um dos campeonatos mais cosmopolitas do mundo na atualidade, o Inglês provavelmente é o que reúne a maior quantidade de astros internacionais em seus clubes, tomando o bastão que já foi das ligas italiana e espanhola. Mas nem sempre foi assim. Por um longo período do século XX, o futebol da ilha foi, precisamente, insular (como bem definiu um dos personagens deste texto, o ex-meia argentino Osvaldo Ardiles). A mudança – lenta, mas crucial – começou a acontecer há exatos 40 anos, em julho de 1978, quando foi definitivamente levantada pela Football Association a proibição da contratação de jogadores estrangeiros pelos clubes ingleses.

Leia o texto completo aqui.