Dizem que Jair Rodrigues andou morrendo. Foi na manhã desta quinta-feira, 8 de maio de 2014, aos 75 anos, em sua casa em Cotia, interior de São Paulo. O cantor, que começou com o samba e explodiu no cenário nacional com a interpretação de Disparada, no festival Festival da Música Brasileira de 1966, era daqueles artistas simples e carismáticos, ao ponto de gostarmos dele como um amigo íntimo, mesmo que não fizesse ideia de quem fôssemos.

Veja a crônica completa no Impedimento