Bélgica

Thibaut Courtois - 6,5

Apesar da pressão russa na segunda etapa, não foi tão requisitado. Já no primeiro tempo teve uma grande atuação, fazendo duas defesas difíceis para salvar a Bélgica.

Toby Alderweireld – 6

Foi muito bem na marcação, diferentemente do colega Jan Vertonghen do outro lado. Praticamente não apoiou o ataque, mas essa nunca foi a dele mesmo.

Daniel van Buyten – 6

Foi bem no primeiro tempo, enquanto na segunda etapa não precisou fazer tanta força, diante da falta de criatividade do ataque russo.

Vincent Kompany – 6,5

Assim como Van Buyten, foi seguro lá atrás quando precisou e pouco foi exigido no segundo tempo, de domínio russo, mas poucas finalizações.

Thomas Vermaelen – 6

Jogou por apenas 30 minutos e não teve nenhum lance-chave de besteira ou em que se consagrou como herói.

(Jan Vertonghen) - 6

Logo que entrou as jogadas russas em seu canto se intensificaram. Ainda foi displicente em lances como a cabeçada de Kokorin no final do primeiro tempo, não marcando o atacante. Melhorou na segunda etapa e ajudou a brecar a Rússia, que atacava na maior parte das vezes pela direita.

Axel Witsel – 6,5

Acertou todos os 35 passes que deu, mas, assim como todo o time, não foi bem no segundo tempo. Poderia ter ajudado a deixar a equipe mais aguda ofensivamente.

Marouane Fellaini – 6,5

Depois de um ótimo primeiro tempo, desarmando os russos e levando a bola ao ataque, sumiu na segunda etapa.

Dries Mertens – 6

Fez um ótimo primeiro tempo, do qual foi o melhor jogador, com finalizações, velocidade e as melhores chances belgas, teve 30 minutos de segundo tempo muito apagados, assim como todo a sua equipe.

(Kevin Mirallas) – 6

Entrou, acertou bola na trave em cobrança de falta quando o jogo ainda estava empatado e fez besteira em chance que teve pela direita.

Kevin De Bruyne - 5,5

Foi bem no primeiro tempo, mas o que menos contribuiu no segundo tempo. O time não ajudava, mas pelo menos os outros participaram ativamente das jogadas que surgiram no final do jogo.

Eden Hazard – 6,5

Depois de fazer 80 minutos muito ruins, Hazard cresceu nos minutos finais da partida, fez três jogadas perigosas e, em uma delas, deu a assistência para o gol da vitória, de Origi.

Romelu Lukaku – 5

Mais uma partida ruim do jogador, que não teve sucesso em nenhuma das vezes que pegou a bola. Deu apenas uma finalização, sem direção.

(Divock Origi) - 6,5

Entrou se movimentando muito mais que Lukaku e ainda estava no lugar certo para fazer o gol da vitória aos 43 minutos do segundo tempo.

Rússia

Igor Akinfeev – 6,5

Quando foi cobrado no primeiro tempo, foi bem. No segundo tempo praticamente não trabalhou. No lance do gol, não pode fazer nada.

Aleksei Kozlov – 6

Marcou bem Eden Hazard enquanto esteve em campo e ajudou a dificultar as jogadas belgas no lado direito da defesa russa.

(Andrey Eshchenko) – 6

Quando Capello percebeu a recuada dos belgas, colocou Eshchenko para apoiar no ataque. O jogador foi bem e levou perigo ao quase “repetir” o gol de Carlos Alberto Torres em 1970.

Vasiliy Berezutskiy – 6

Não mudou o jogo com algum erro ou interceptação imprescindível. Foi bem quando precisou e não teve culpa no gol.

Sergey Ignashevich – 6,5

Foi o que mais fez desarmes pela Rússia, sendo importante para segurar a Bélgica no primeiro tempo. Não trabalhou tanto no segundo tempo.

Dmitriy Kombarov - 5,5

Foi mal no primeiro tempo, sendo constantemente batido na corrida ou dividida de bola com Mertens. Melhorou na etapa complementar, mas só pela falta de ataques belgas.

Denis Glushakov - 5,5

Foi importante nos desarmes durante o primeiro tempo bom da Bélgica, mas não acompanhou Origi no gol da vitória belga.

Viktor Fayzulin – 6

Fez um jogo razoável, e a bola passava por seus pés frequentemente. Foi o que mais deu passes pela Rússia. Tentou, sem sucesso, subir ao ataque em algumas oportunidades para tirar o zero do placar.

Aleksandr Samedov – 5

Pouco criativo, errou muito e não soube aproveitar as inúmeras bolas que recebeu na ponta direita.

(Alexander Kerzhakov) – sem nota

Oleg Shatov – 5,5

Fez um primeiro tempo ruim e um segundo tempo um pouco melhor. Ainda assim, como principal responsável pela armação de jogadas da Rússia, decepcionou.

(Alan Dzagoev) – sem nota

Maksim Kanunnikov – 6

A Rússia concentrou a maioria de seus ataques no outro flanco, mas quando Kanunnikov pegava a bola tinha mais êxito que Samedov. Mas não suficientemente para quebrar a barreira belga no segundo tempo.

Alexander Kokorin - 5,5

Fez um primeiro tempo razoável, quase abrindo o placar para a Rússia. Não recebeu muitas bolas no segundo tempo para que pudesse finalizar e ficou sumido, engolido pela boa defesa da Bélgica

(Alexander Kerzhakov) – sem nota

 

Árbitro

Felix Brych – 6

Não teve nenhum lance polêmico de arbitragem para que pudesse se consagrar ou colocar o bom funcionamento do jogo por água abaixo.