COLÔMBIA

Ospina – 7,5

Muito seguro, fez duas grandes defesas e saiu bem em bola lançada para Maxi Pereira. Boa atuação.

Zuñiga – 6

Competente no apoio e consistente na defesa, o lateral direito fez boa partida.

Zapata – 5,5

O zagueiro fez boa partida, mas assustou em algumas tentativas de sair driblando da defesa.

Yepes – 7

O capitão colombiano fez grande partida. Marcou, desarmou e rebateu, sempre muito seguro e bem posicionado.

Armero – 6,5

Com muito gás, apoiou bastante, na base da correria, e ainda participou do segundo gol colombiano.

Sánchez – 6

Boa partida na proteção da zaga e preenchimento dos espaços na última linha.

Aguilar – 6,5

Aguilar foi o jogador que mais distribuiu passes (52) com um bom índice de acerto (88%), ajudando a Colômbia a manter a posse de bola, principalmente no primeiro tempo. No entanto, deixou alguns espaços na marcação. Também deu o passe de cabeça para o golaço de James Rodríguez.

James Rodríguez – 8,5

James chega às quartas-de-final como artilheiro da Copa. Hoje, foram dois gols, o primeiro uma pintura. Além disso, participou da construção da jogada do segundo, que ele mesmo concluiu para o fundo das redes. Por mais que não comande o meio de campo, é sempre criativo quando a bola passa por seus pés e decide.

(Guarín – Sem nota)

Entrou no final da partida e jogou pouco tempo para ser avaliado.

Cuadrado – 7,5

Driblou e participou de várias jogadas de ataque da Colômbia. Também deu de cabeça o passe para o segundo gol de James. Boa atuação do meia colombiano.

Jackson Martínez – 6

Atuação razoável do atacante do Porto. Teve boa participação nos lances ofensivos, mas não chegou a ser decisivo.

(Ramos – Sem nota)

Entrou no final da partida e jogou pouco tempo para ser avaliado.

Teo Gutiérrez – 5,5

Assim como seu companheiro de ataque, não teve atuação decisiva. Discreto, ajudou a construir os ataques da Colômbia.

(Mejía – 5,5)

Entrou e ajudou a compor o meio de campo

URUGUAI

Muslera – 5

Sem culpa nos gols, bateu roupa em chute de Zuñiga de fora da área. Não passou muita segurança.

Maxi Pereira – 4,5

Tentou mais apoiar do que marcar. Estava mal posicionado no segundo gol da Colômbia, deixando muito espaço para o apoio de Armero.

Giménez – 4,5

Partida fraca, marcando pouco pelo lado direito da zaga. Pelo menos esteve bem no jogo aéreo.

Godín – 5,5

Bem postado, esteve bem no jogo aéreo.

Cáceres – 5

Outro que esteve abaixo do esperado. Marcou pouco.

Álvaro Pereira – 4

Pereira foi nulo na partida. Marcou mal, deixou espaços e não foi eficiente no apoio ao ataque.

(Ramírez – 5,5)

Entrou e deu mais qualidade de passe para o Uruguai, mas não foi o suficiente para mudar o rumo da partida.

Álvaro González – 5,5

Teve participação razoável no meio de campo. Ajudou a marcar e apareceu algumas vezes no apoio.

(Abel Hernádez – 5)

Entrou e pouco conseguiu fazer para tentar alterar o rumo do jogo.

Arévalo Ríos – 5

Deu muito espaço para James Rodríguez no lance do gol e não conseguiu proteger a zaga uruguaia em grande parte dos lances ofensivos.

Crístian Rodríguez – 4,5

Aberto pelo lado do campo, pouco conseguiu criar, além de ter perdido várias vezes a bola.

Forlán – 4

Repetiu a fraca atuação da estreia contra a Costa Rica. Não criou, não finalizou e não participou dos poucos lances de perigo do Uruguai na partida.

(Stuani – 4,5)

Outro que entrou e, por mais que tentasse, não conseguiu levar grande perigo ao gol colombiano.

Cavani – 5,5

Isolado na frente, foi o que mais tentou, mas sentiu a falta de um parceiro no ataque.

ÁRBITRO

Bjorn Kuipers – 6

Fez uma arbitragem regular. Talvez pudesse ter sido mais enérgico nas discussões entre Yepes e jogadores uruguaios.