COSTA DO MARFIM

Barry – 7

Não é dos goleiros mais confiáveis, mas fez defesas importantes e não teve culpa alguma nos gols. Mais do que isso, não pegou o pênalti decisivo por um triz.

Aurier – 5

Longe de ser o lateral ativo das outras partidas, apareceu poucas vezes no ataque e não contribuiu em nada para a sua seleção.

Kolo Touré – 6

Apesar das dificuldades em acompanhar os ataques mais rápidos da Grécia, foi quem mais trabalhou no miolo de zaga.

Bamba – 5,5

Contribuiu muito pouco para conter os ataques da Grécia, embora tenha sido uma opção segura para as saídas de bola e as ligações diretas com o ataque.

Boka – 5

Deixou o seu lado muito exposto ao ataque da Grécia e foi por ali onde Torosidis conseguiu encontrar espaço para as melhores jogadas.

Tioté – 4,5

Não se encontrou na partida. Deu uma bobeira enorme no lance do primeiro gol e acabou substituído por isso.

(Bony) – 6,5

Apareceu muito pouco, mesmo ficando meia hora em campo. Pelo menos foi decisivo em sua grande chance ao marcar o gol de empate.

Serey Die – 6,5

Teve que jogar dobrado no meio-campo, com todos os companheiros errando muito. Manteve a segurança e foi bem na cobertura.

Yaya Touré – 6

Longe demais do que se espera dele, embora tenha se esforçado bastante. Até apareceu para distribuir passes e criou oportunidades para os companheiros. Também foi quem mais finalizou, sem a conhecida potência.

Salomon Kalou – 6,5

Não foi constante a partida inteira, mas a jogada do gol marfinense se deve muito a ele. Kalou limpou a marcação no meio-campo para dar o presente aos atacantes.

Drogba – 5,5

Movimentação limitada e pouca presença de área. Ajudou um pouco mais nas tabelas com os companheiros, mas longe de ser o perigo constante de seu auge.

(Diomande) – sem nota

Entrou no fim, para substituir Drogba e fechar o time. Mal pegou na bola.

Gervinho – 6

Garantiu bastante movimentação pelo lado do campo, mas errou mais do que em qualquer outra partida desta Copa do Mundo. Contribuiu com a assistência para o gol.

(Sio) – 4,5

Foi quem menos permaneceu em campo. Ainda assim, teve tempo para cometer o pênalti que tirou os marfinenses da Copa.

GRÉCIA

Karnezis – 5,5

Lesionou-se logo no início da partida. Trabalhou pouco, apenas em bolas alçadas.

(Glykos) – 6

Entrou em uma fria, mas não teve muitos rojões para segurar. Foi bem quando exigido.

Torosidis – 7

É uma das principais armas ofensivas da equipe. Participou do jogo ativamente pelo lado direito do campo, acertando uma bola na trave, e ajudou nos contra-ataques.

Manolas – 6

Um dos melhores zagueiros neste início de Copa, ajudou a dar pouquíssimos espaços para Drogba e seus companheiros.

Sokratis – 5,5

Muito bem no jogo aéreo, não cometeu os deslizes de outras partidas. O problema só foram os erros em excesso na saída de bola, que deveria ser mais segura.

Holebas – 5,5

Foi muito discreto na partida, embora não tenha passado apuros na marcação pelo lado esquerdo. Quando apareceu, carimbou o travessão.

Maniatis – 7

Muitíssimo bem em trancar o meio-campo grego, foi um dos maiores ladrões de bola da partida e não deixou Yaya Touré ter tanto espaço.

Karagounis – 7

Controlou o meio-campo com a maestria de seus melhores tempos e criou ótimas chances nas bolas paradas. Só não fez um golaço porque o travessão impediu.

Kone – sem nota

Saiu de campo logo no início, machucado.

(Samaris) – 6,5

Ajudou a dar equilíbrio no meio-campo, entre as funções defensivas e as escapadas ao ataque. Uma delas rendeu o gol da vitória.

Christodoulopoulos – 6

Apareceu bem no setor ofensivo, mas por vezes foi individualista demais. Também pecou pela falta de precisão nas finalizações.

Salpingidis – 5,5

Foi discreto durante parte da partida, embora importante para puxar os contragolpes. Podia ter aparecido mais nas jogadas em diagonal.

Samaras – 8

O melhor em campo, e com certas sobras. Batalhou muito no ataque, criou chances para os companheiros, ajudou muito no jogo aéreo. Deu a assistência, sofreu o pênalti e teve um sangue frio enorme para colocar os gregos nas oitavas.

ÁRBITRO

Carlos Vera (EQU) – 6,5

Teve peito para marcar um pênalti no último lance e, em geral, administrou bem o jogo.