Inglaterra

Joe Hart – 5

Soltou uma bola em chute de Candreva e deu sorte de a zaga ficar com o rebote. Depois, saiu muito mal e quase tomou um golaço de Balotelli no fim do primeiro tempo. Poderia ter caído melhor para tentar a defesa no gol de Marchisio.

Glen Johnson – 6

Foi seguro na defesa, com quase nenhum lance ofensivo italiano acontecendo em sua lateral, e apoiou mais o ataque que Baines.

Gary Cahill – 5

Não foi tão exigido no primeiro tempo, mas foi mal no gol de Balotelli, com um posicionamento ruim e reagindo muito devagar.

Phil Jagielka – 6

Não comprometeu e ainda foi brilhante para evitar golaço de Balotelli no final do primeiro tempo.

Leighton Baines – 5

Discretíssimo no primeiro tempo, não apoiou o ataque e viu a Itália subir várias vezes por seu flanco. Tomou o drible de Candreva no gol de Balotelli.

Steven Gerrard – 5,5

Fez uma partida mediana, sem comprometer no meio de campo, mas também não apoiou na criação de jogadas como poderia.

Jordan Henderson – 5,5

Discreto, até tentou um chute ou outro, mas não fez grande partida e poderia ter se articulado melhor pelo centro, criando chances por ali.

(Jack Wilshere) – 5

Teve mais de 20 minutos em campo, mas não fez diferença significativa para a equipe.

Danny Welbeck – 5

Fez boa jogada que quase acabou em gol de Sterling no primeiro tempo, mas teve atuação apagada no restante do jogo.

(Ross Barkley) – 6

Em seu primeiro lance, arrancou em velocidade pela ponta esquerda e quase empatou, com chute cruzado muito bem defendido por Sirigu.

Wayne Rooney – 6

Ficou bastante sumido no jogo e, sendo o principal jogador, deveria chamar mais a responsabilidade. Ainda assim, arrancou no contra-ataque e fez o cruzamento para o gol de Sturridge, único da Inglaterra no jogo.

Raheem Sterling – 7

Mostrou personalidade para alguém que, com apenas 19 anos, faz seu primeiro jogo oficial por sua seleção em uma abertura de Copa do Mundo, contra a Itália. Deu um lindo passe para Rooney arrancar e cruzar para o gol de Sturridge.

Daniel Sturridge – 7

Fez o gol da Inglaterra, criou chances, teve boas jogadas individuais, como a fila que fez na zaga italiana, quase empatando após o gol de Balotelli. Foi o melhor do setor ofensivo inglês ao lado de Sterling.

(Adam Lallana) – sem nota

Itália

Salvatore Sirigu - 7,5

Fez boa defesa em cobrança de falta de Baines na segunda etapa e pegou um bom chute de Henderson ainda no primeiro tempo. Bastante seguro como substituto de Buffon.

Matteo Darmian – 6

Apoiou bem no ataque, mas deu brecha na defesa. Não evitou a avançada de Rooney no gol de Sturridge e foi para o ataque tentar o gol e deixou espaço para Barkley avançar e quase empatar em 2 a 2 no segundo tempo.

Andrea Barzagli – 6,5

Salvou a Itália no lance de Welbeck pela ponta, com carrinho que desviou a bola do trajeto até Sterling, que aparecia sozinho, no primeiro tempo. Compensou a péssima atuação de Paletta.

Gabriel Paletta – 4,5

Tomou drible da vaca de Welbeck eperdeu quase todas as jogadas de velocidade no mano a mano. Lento, não chegou na marcação para evitar o gol do Sturridge.

Giorgio Chiellini – 6,5

Teve trabalho na lateral esquerda, mas conseguiu corresponder, mesmo atuando deslocado de sua posição original. Não fosse sua atuação, Paletta teria sido um problema ainda maior para a Itália.

Daniele De Rossi – 6

Quase não errou passes e foi importante para a proposta da Itália no primeiro tempo, de comandar o jogo na posse

Antonio Candreva – 7,5

Após participar de boa parte das jogadas ofensivas no primeiro tempo, foi ainda mais incisivo na etapa complementar e fez a linda jogada, driblando Baines e colocando a bola com perfeição na cabeça de Balotelli para o gol da vitória. Melhor em campo.

(Marco Parolo) – sem nota

Marco Verratti – 6,5

Movimentou-se bem no jogo e deu o passe para o gol de Marchisio no primeiro tempo.

(Thiago Motta) – 6

Entrou bem na partida, distribuindo bem os passes e sem comprometer. Contribuiu para que a Itália mantivesse o domínio da posse de bola.

Andrea Pirlo – 7,5

Deu um lindo corta-luz para o gol de Marchisio, dominou o jogo no meio de campo e controlou o ritmo da partida. No fim do jogo, quase fez um golaço de falta, mas parou no travessão.

Claudio Marchisio – 6,5

Acertou uma boa finalização para abrir o placar para a Itália e acertou grande parte de seus passes. Apesar do gol, poderia ter apoiado melhor no ataque.

Mario Balotelli – 7

Não foi tão acionado no primeiro tempo, mas quase marcou um golaço, encobrindo Hart. Logo no início do segundo tempo, bem posicionado, fez o gol da vitória.

(Ciro Immobile) – sem nota

Árbitro

Bjorn Kuipers – 8

Acompanhou bem a bola, marcou faltas quando tinha que marcar e não caiu na tentativa dos jogadores de enganarem-no, como quando Gerrard tentou cavar um pênalti, no segundo tempo.