Nigéria

Enyeama – 7,5

Ficou a sensação de que poderia ter tentado uma defesa no lance do segundo gol da Argentina, mas foi muito exigido durante o jogo e respondeu bem.

Ambrose – 5,5

Foi muito exigido por Di María, mas até que teve bons momentos.

Yobo – 6

Muito esforçado, foi bem na antecipação de jogadas do ataque argentino.

Oshaniwa – 5

Em um jogo muito aberto, a defesa nigeriana não esteve tão fechada e protegida como nas partidas anteriores.

Omeruo – 6,5

Foi mais eficiente em limpar a área que Oshaniwa.

Onazi – 6,5

Bem na marcação, não deu tantos espaços ao ataque argentino.

Obi Mikel – 6

Ainda não é um volante que traga uma melhoria técnica ao meio-campo nigeriano como é de se esperar de alguém com sua projeção.

Musa – 8

O melhor da Nigéria em campo. A defesa da Argentina não conseguia pará-lo, e foi um perigo constante, não apenas nos lances dos dois gols.

Babatunde – 6,5

Ajudava na saída de bola, mas saiu com uma lesão após levar uma bolada na mão. Fez a jogada do primeiro gol nigeriano.

(Uchebo – 5,5)

Apareceu pouco. Entrou em um momento em que a partida estava mais acomodada.

Odemwingie – 5

Esteve tecnicamente apagado, não conseguiu ajudar Musa e Emenike como poderia.

(Nwofor – sem nota)

Ficou pouco tempo em campo.

Emenike – 6,5

Apesar da posição, não trabalha exatamente como centroavante. Foi muito útil para abrir espaços e fazer o pivô em jogadas nigerianas

Argentina

Romero – 5

Não dá para dizer que teve grande culpa no primeiro gol da Nigéria, mas… ele não parece demorar um pouco além da conta para esticar os braços?

Zabaleta – 5

Sofreu muito na tentativa de marcar Musa. Por seu lado saíram as principais jogadas da Nigéria.

Fernández – 5

Elo mais fraco da defesa argentina nesta quarta. Bobeou em algumas jogadas, como ao sair da defesa para dar combate em Babatunde no que se transformou no primeiro gol nigeriano e em Emenike no segundo.

Garay – 6,5

Melhor jogador da instável defesa argentina. Foi firme atrás e ainda apareceu com bastante perigo no ataque.

Rojo – 6,5

Apareceu bem na frente, criando jogadas pela esquerda e combinando bem com Di María. Ah, e ainda fez um gol sem querer.

Mascherano – 6,5

Lutou bastante na marcação e ainda saiu jogando bem. Melhor que seu companheiro de linha Gago.

Gago – 5

Falho na marcação e no passe, esteve em um tom abaixo da média.

Di María – 7,5

Sua melhor partida na Copa, que só não terá o devido reconhecimento porque Messi ofuscou tudo. Encontrou espaços, criou jogadas e ajudou a comandar o time da forma que se esperava pelo que ele vinha jogando no Real Madrid.

Messi – 8,5

Ainda parece não ter a mesma mobilidade e arranque de antes, mas é um craque muito acima da média. Foi oportunista no primeiro gol argentino e fez o segundo de falta. Chamou a responsabilidade em outras jogadas e já é um dos artilheiros da Copa.

(Álvarez – 5,5)

Entrou no lugar de Messi para o craque ser poupado. Foi discreto.

Higuaín – 6

Tentou bastante, mas não esteve inspirado.

(Biglia – sem nota)

Ficou pouco tempo em campo.

Agüero – 5,5

Não fazia uma boa partida, e acabou saindo ainda no primeiro tempo com um problema físico.

(Lavezzi – 6)

Movimentou-se bastante para criar espaço, mas acabou se apagando com o tempo.

Árbitro

Nicola Rizzoli – 6,5

Arbitragem segura e sem polêmicas, mas o jogo foi relativamente tranquilo.