Jonas Knudsen não possui tanta relevância no elenco da Dinamarca que disputa a Copa do Mundo. É o lateral esquerdo reserva, convocado a partir de 2013, que se firmou no grupo apenas em 2017 e disputou somente três partidas pela equipe nacional. Ainda assim, é muito querido pelos companheiros. Basta ver o que aconteceu neste domingo, um dia depois da vitória por 1 a 0 sobre o Peru. A esposa de Knudsen, de maneira inesperada, deu à luz. Então, os outros jogadores fizeram uma vaquinha para pagar um avião particular e permitir que o camisa 5 voltasse à Dinamarca, para conhecer o bebê, seu primeiro filho.

Trine Knudsen já se encontrava em um estágio avançado de sua gravidez, mas o nascimento estava previsto para acontecer dentro de algumas semanas. No entanto, na última quinta-feira a esposa entrou em trabalho de parto e deu à luz. Anteriormente, a federação dinamarquesa havia afirmado que não tinha planos para que Knudsen voltasse para casa se o filho nascesse. Mas, diante da notícia, e com a vitória sobre os peruanos, a comissão técnica permitiu a folga ao lateral. Os jogadores juntaram o dinheiro para bancar o voo e o defensor de 25 anos, que atua pelo Ipswich Town, teve o jatinho à sua disposição.

Knudsen passou algumas horas com a esposa e o filho no último domingo. Nesta segunda, pegou o voo de volta à Rússia e se juntou ao elenco. Em suas redes sociais, inclusive, postou uma fotografia com outros companheiros. O próximo compromisso da Dinamarca na Copa do Mundo acontece na quinta-feira, em Samara. Os dinamarqueses tentam se aproximar da classificação encarando a Austrália.

The winners of the football tennis tournament 💪🏼🎾 #WorldCup

Uma publicação compartilhada por Jonas Knudsen (@jonasknudsen92) em