No dia que a tragédia de Hillsborough completou 25 anos, foram várias as homenagens às vítimas daquele episódio triste da história do futebol. Nesta semana publicamos o tema da semana sobre Hillsborough e te damos mais elemebtos para entender esse acontecimento. Nesta terça, a data fatídica, houve uma cerimônia em Anfield Road para lembrar dos 96 mortos naquele dia, com direito a discursos de jogadores do rival local do Liverpool, o Everton. O técnico do time azul, Roberto Martínez, o capitão do time, Phil Jagielka, e um dos ídolos dos Toffees, Leighton Baines, fizeram discursos emocionados.

>>>> Por que a tragédia de Hillsborough aconteceu e o que mudou depois dela

“Eu tinha apenas 15 anos em abril de 1989, um garoto louco por futebol em uma família apaixonada por futebol – como muitas que estão aqui hoje – e quando nós soubemos da notícia, nós ouvimos sobre Hillsborough, como família nós não podíamos acreditar a dor e o horror que as famílias tiveram ao receber aquela notícia que suas pessoas amadas não iriam voltar para casa, não voltariam de um jogo de futebol”, disse o técnico.

“Como pode alguém morrer assistindo ao jogo que você ama? Isso não é certo, isso não é justo”, continuou. “Por 25 anos vocês conquistaram o respeito de todos aqueles dentro e forta do futebol e da cidade”, afirmou ainda o técnico do Everton. “Eu sei que não preciso dizer a vocês que o Everton está com vocês, vocês sabem disso. Nós estamos com vocês no Goodison Park, onde os torcedores estão junto com a diretoria, a comissão técnica e os jogadores porque eles querem mandar suas preces para vocês, pelo Parque Stanley [que separa os dois estádios]”.

>>>> Como a sociedade inglesa levou ao surgimento de hooligans no futebol

O capitão do Everton, Phil Jagielka, foi outro a emocionar a plateia com suas palavras. “Há algumas coisas que transcendem as rivalidades do futebol e os trágicos eventos de 15 abril de 1989 se encaixam perfeitamente nessa categoria, quando 96 torcedores de futebol perderam suas vidas nas mais trágicas circunstâncias”, disse o zagueiro.

“Nós iremos estar lado a lado com as famílias por quanto tempo for necessário”, continuou o jogador da seleção inglesa. “Todo mundo sabe o quanto orgulhoso eu estou por ser capitão do Everton Football Club e no meu nome e em nome de todos os jogadores, nós gostaríamos de dizer que todos os nosso pensamentos e preces estão com cada membro da família e amigos dos 96 torcedores que foram à semifinal da FA Cup há 25 anos e infelizmente nunca voltaram para casa”, declarou ainda Jagielka.

>>>> Hillsborough não foi hooliganismo, foi negligência, despreparo e preconceito

O promotor público que ajudou a reabrir as investigações do caso, Andy Burnham, também discursou na cerimônia. Na cerimônia de 20 anos sobre Hillsborough, as famílias comemoraram o fato do caso ter sido reaberto. “Cinco anos atrás as coisas mudaram. Não por minha causa, mas por causa de todos vocês. As coisas mudaram porque vocês estavam aqui novamente em milhares, ainda ao lado dessas famílias depois desses 20 anos negros e as coisas mudaram porque vocês fizeram suas vozes serem ouvidas. Graças a Deus vocês fizeram isso”, ele disse.

“Naquele dia suas vocês foram carregadas para fora de Kop [o setor mais simbólico das arquibancadas de Anfield] e entraram em todas as salas de estar e foram no coração do sistema”, continuou. “Vocês me ajudaram a encontrar a coragem política para fazer algo. Eu queria me dirigir a vocês hoje para agradecer por isso e por todo esse encorajamento que vocês me deram desde então”, declarou o promotor.

O próprio Liverpool mostrou, em um documentário na sua TV, sobre como a cidade se uniu em torno do que aconteceu em Hillsborough. Aquela tragédia significou muito para o futebol inglês. E é importante sempre lembrar disso. Que a justiça para aqueles 96 mortos seja feita.

LEIA MAIS:

>>>> Inglaterra homenageia Tragédia de Hillsborough
>>>> You’ll never walk alone, minuto de silêncio e discurso de Gerrard
>>>> Inglaterra cogitou desistir da Copa de 90 após Hillsborough
>>>> Relatório sobre tragédia de Hillsborough culpa autoridades
>>>> Liverpool faz memorial de 20 anos de Hillsborough