O Campeonato Português abriu o ano fervendo. Logo na primeira rodada de 2018, o maior clássico do país, entre Benfica e Sporting. O Estádio da Luz esteve à altura da ocasião, com uma grande festa proporcionada pelos benfiquistas durante a recepção aos times. O resultado, porém, acabou sendo favorável justamente ao Porto, que pouco antes derrotou o Feirense fora de casa. O empate por 1 a 1 entre os lisboetas foi a deixa para que os portistas se distanciassem da dupla e se isolassem na liderança da competição.

Logo aos 19 minutos, o Sporting surpreendeu o Estádio da Luz, abrindo o placar. Em jogada pelo alto, Gelson Martins apareceu dentro da área para estufar as redes. O Benfica, todavia, tentou recobrar o prejuízo ainda na primeira etapa. E o empate só não saiu com uma pitada de sorte dos sportinguistas, considerando as chances criadas pelos encarnados. Filip Krovinovic chegou a carimbar a trave, em lance que ainda contou com Jonas desperdiçando o rebote, mesmo com a meta adversária aberta.

O segundo tempo, então, se desenrolou com um bombardeio do Benfica. Foram 15 finalizações dos encarnados, contra apenas duas dos sportinguistas, além de 58% de posse de bola dos anfitriões. Ainda assim, o time de Rui Vitória precisou ser paciente para arrancar o empate. Ele só saiu aos 45 minutos. Em bola que bateu no braço de Rodrigo Battaglia, o árbitro assinalou o pênalti e Jonas converteu, evitando que os benfiquistas ficassem ainda mais distantes da briga pelo título.

Após 16 rodadas, o Porto ganha folga na primeira colocação, com 42 pontos. O Sporting fica pelo caminho, dois pontos atrás. Já o Benfica tem apenas 37 e precisa de uma reviravolta que nem sempre se vê no Campeonato Português. Os confrontos diretos entre o trio de ferro só voltam a acontecer em março, deixando nas próximas semanas uma corrida para ver quem desperdiça menos pontos.