Nesta sexta, a imprensa francesa divulgou agentes da Brigada Financeira de Marselha estiveram na sede do Olympique em busca de documentos. A operação de busca e apreensão teve como objetivo descobrir irregularidades no clube francês no período em que foi administrado por Robert Louis-Dreyfuss.

A ação teria sido realizada nesta quinta. Ainda de acordo com a imprensa francesa, a Justiça teria levado arquivos relativos a transferências de jogadores do Olympique para outros clubes.

A ordem para a operação teria sido dada por um juiz belga, que suspeitou de quatro negociações envolvendo o OM e o Standard Liège, um dos maiores clubes da Bélgica e que também teve Dreyfuss como acionista.