A segunda rodada da Liga dos Campeões começa nesta terça, com as disputas válidas pelos grupos A, B, C e D. Em Turim, a Juventus recebe o Rapid Viena para também disparar na LC. O Bayern de Munique busca esquecer a quebra de sua invencibilidade no campeonato alemão em casa, contra o Brugges. O Barcelona tenta abrir vantagem em sua chave, e para isso conta com o Nou Camp e a ausência de Iaquinta na Udinese. Repleto de desfalques, o Arsenal pega o Ajax, na Holanda, enquanto o Manchester tem problemas na defesa contra o Benfica.

A Juventus mantém o mistério de sua dupla de ataque. Fabio Capello não revela entre Del Piero, Trezeguet e Ibrahimovic quais serão os titulares. Em bom momento na Série A, com 100% de aproveitamento, a Vecchia Signora terá o desfalque de Vieira, expulso na estréia contra o Brugges.

No último confronto em Turim entre as duas equipes pela LC, em 96/97, a Juve goleou por 5 a 0. O Rapid nunca venceu jogando na Itália em competições européias: até aqui, foram sete derrotas e um empate.

Com a perda da invencibilidade na Bundesliga, o Bayern de Munique tenta driblar os problemas no ataque. Roque Santa Cruz e Pizarro, com dores, são dúvidas. Guerrero está de sobreaviso. Felix Magath pode escalar Demichelis no meio, com Ballack recuperando seu ritmo de jogo.

O clube belga possui quase um time inteiro na enfermaria. O técnico Jan Ceulemans ainda não definiu quem será o goleiro titular. Butina e Stijnen disputam a posição. Em visitas à Alemanha, o Brugges nunca venceu. O time empatou três vezes e perdeu em outras oito.

No grupo B, o Arsenal vai à Holanda com uma série de problemas. Para o duelo com o Ajax, Gilberto Silva e Bergkamp, machucados, e Lehmann e Van Persie, suspensos são desfalques certos. Além disso, Arsène Wenger reconhece que Pires possui 70% de suas condições. Com isso, os Gunners possivelmente terão um ataque formado pela dupla Reyes e Owusu-Abeyie, com Fabregas e Flamini no meio.

As duas equipes se enfrentaram quatro vezes em torneios europeus. A vantagem cabe aos holandeses: duas vitórias e dois empates. No último encontro, em 2002/3, houve empate por 1 a 1, em Highbury.

Após o descanso dado por Frank Rijkaard, Ronaldinho Gaúcho e Deco retornam ao Barcelona contra a Udinese. A dupla foi poupada no fim de semana e ficou de fora da goleada sobre o Betis. Porém, Giuly e Edmílson ficam de fora. Para o confronto no Nou Camp, o time italiano segue sem Iaquinta, autor de três gols na estréia contra o Panathinaikos. Nos dois jogos disputados após o afastamento do atacante, a equipe saiu de campo derrotada e sem marcar gols. O ataque terá Di Natale e Di Michele.

Alex Ferguson tem problemas para montar a defesa do Manchester United contra o Benfica, pelo grupo D. Gary Neville e Heinze, lesionados, estão fora. John O’Shea depende de um teste físico, mas dificilmente participará da partida no Old Trafford. Phil Bardsley e Gerard Pique disputam a vaga. Para o lugar de Rooney, suspenso, a dúvida está entre Giggs e Park.

O Benfica traz ótimas recordações aos Red Devils. Em 68, o Manchester se tornou o primeiro clube inglês a conquistar a então chamada Copa dos Campeões, com uma vitória por 4 a 1.

Veja a rodada completa desta terça:

Grupo A

Juventus x Rapid Viena
Bayern de Munique x Brugges

Grupo B

Ajax x Arsenal
Thun x Sparta Praga

Grupo C

Panathinaikos x Werder Bremen
Barcelona x Udinese

Grupo D

Manchester United x Benfica
Lille x Villarreal