O Kaiserslautern multou Michael Henke por ter insultado um jogador e o assistente-técnico do Rot-Weiss Erfurt, durante a partida entre as duas equipes nesta terça, pela Copa da Alemanha. O treinador os insultou com termos pejorativos, referentes a pessoas originários da antiga Alemanha Oriental.

Renne Jaeggi, presidente do Kaiserslautern, prometeu pagar ao adversário uma quantia de € 10 mil como forma de compensação. O clube ainda não estabeleceu qual será a parcela a ser paga por Henke.

O treinador pediu desculpas após a partida, mas Pavel Dochev, treinador do Rot-Weiss Erfurt, não as aceitou. “Ele não insultou apenas meus jogadores, mas toda uma região. Fiquei decepcionado com o comportado dele”, lamentou.