Competir com Lionel Messi pelo número de gols marcados é sempre uma tarefa árdua. Só Cristiano Ronaldo esteve nesse nível nos últimos anos. Harry Kane conseguiu uma marca fantástica: chegou a 36 gols pela Premier League em 2017, contando o ano. Com uma diferença em relação a Shearer: ele precisou de oito jogos a menos para atingir a marca. Os tr6es gols deste sábado foram marcados contra um time que tem sido encardido, o Burnley, fora de casa. A vitória foi por 3 a 0.

LEIA TAMBÉM: Em um Manchester City avassalador, Agüero e Fernandinho brilham cada vez mais

O primeiro gol veio de um lance bastante controverso. Dele Ali caiu na área depois de dividida com Kevin Long. O árbitro apontou a marca da cal e Kane cobrou para marcar 1 a 0, logo a sete minutos de jogo. Os outros dois gols vieram no segundo tempo. Aos 24, ele recebeu um belo passe de Moussa Sissoko, ficou de frente com o goleiro e tocou com categoria para fazer 2 a 0. Aos 34, foi a vez de Dele Alli fazer o passe, mas desta vez foi Kane que criou a chance e acertou um chute colocado para fazer 3 a 0.

Muito além dos gols, Kane contribuiu para a criação de jogadas em diversas jogadas, participando muito do jogo fora da área. O Tottenham desperdiçou muitas chances para marcar, desde o primeiro tempo, e o placar poderia ter sido muito maior do que os 3 a 0 que terminaram. Em parte, o resultado veio pelos desfalques que o time do técnico Sean Dyche teve no jogo, impedindo de manter o bom desempenho defensivo que o caracteriza; em parte porque o jogo do Tottenham funcionou muito bem.

Kane tocou na bola 54 vezes durante a partida, o que é um bom número considerando que o centroavante é, em geral, um dos que menos toca na bola ao longo do jogo. Foi também o jogador que mais chutou a gol, com oito chutes, sendo quatro deles no alvo e três que viraram gols.

O recorde de Alan Shearer não era fácil de ser quebrado. Shearer chegou aos mesmos 36 gols em 42 jogos pelo Blackburn, em 1995 – ano, inclusive, que conduziu o time ao título. Kane marcou os mesmos gols em 34 jogos, oito a menos, e ainda tem um jogo para fazer antes da virada do ano. Será contra o Southampton, em Wembley no Boxing Day, dia 26.

São poucos os jogadores que passaram dos 30 gols em um ano – e não uma temporada, é bom esclarecer. Shearer é o recordista com 36, junto com Kane. Robin van Persie marcou 35 gols em 2011, pelo Arsenal; Thierry Henry marcou 34 pelo Arsenal em 2004; o próprio Shearer marcou 30 pelo Blackburn em 1994; Les Ferdinand marcou 30 pelo Newcastle em 1995; além mde Ruud van Nistelrooy, que também marcou 30 gols em 2003.

Contando gols por clube e seleção, Kane marcou 53 gols em 2017, mesmo número de outros pesos pesados do futebol europeu, como Edinson Cavani (PSG/Uruguai), Robert Lewandowski (Bayern de Munique/Polônia) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Portugal) e um atrás do recordista, Lionel Messi (Barcelona/Argentina). Ele é o único que ainda joga neste ano. Impressionante. O Southampton que se cuide.