A Nigéria chega à Copa do Mundo como um dos times africanos mais fortes e tentar manter a fama que conquistou a partir de 1994, quando esteou em Mundiais nos Estados Unidos. Nwankwo Kanu, atualmente com 41 anos, estreou na Copa em 1998, na França, dois anos depois de ser campeão dos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, eliminado inclusive o Brasil. Quem não se esquece da narração de Galvão Bueno, não é mesmo? E o ex-jogador afirmou que a Nigéria será uma boa surpresa na Copa do Mundo de 2018 – 20 anos depois da primeira que disputou.

LEIA TAMBÉM: [Copa Puntero] Mwepu Ilunga: Ele sabe o que fez

“A Copa do Mundo é o maior torneio de futebol do planeta. Todo time sonha em ser parte disso e eu tenho certeza que será um evento muito especial na Rússia”, afirmou o atacante ao jornal inglês Mirror. “A Nigéria será uma grande surpresa, com certeza. Nós temos um grupo jovem e talentoso de jogadores; eles estão sedentos por vitórias e querem ir bem, para eles mesmos e para o país”.

Em 1998, a Nigéria foi uma surpresa. Caiu no Grupo D, que tinha Espanha, uma seleção sempre forte e que vinha bem cotada, e a Bulgária, terceira colocada em 1994 e ainda com a estrela Hristo Stoichkov. Os nigerianos surpreenderam logo de cara: vitória por 3 a 2 sobre a Espanha de Raúl e Fernando Hierro por 3 a 2 em Nantes. Depois, venceram também a Bulgária por 1 a 0. Por fim, perderam por 3 a 1 para o Paraguai de Paulo César Carpegiani, Francisco Arce e Carlos Gamarra. Um resultado que eliminou a Espanha.

Nas oitavas de final, a Nigéria de Kanu, Tijani Babangida, Taribo West, Finidi, Jay Jay Okocha, Ikpeba e Sunday Oliseh acabou goleada pela Dinamarca, de Peter Schmeichel, Michael Laudrup, Brian Laudrup e Martin Jorgensen.

Resta saber se a Nigéria conseguirá fazer um papel parecido na Copa do Mundo de 2018. A Nigéria está novamente no Grupo D, desta vez com Argentina, Islândia e Croácia. É um dos grupos mais difíceis no Mundial da Rússia. A estreia será no dia 16 de agosto, contra a Croácia. O segundo jogo será contra a Islândia, no dia 22, e fecha a primeira fase no dia 26 contra a Argentina.