Jürgen Klinsmann deu mesmo um basta aos pedidos de naturalização de jogadores na seleção alemã. Valerien Ismaël foi o último jogador a ter este desejo negado pelo treinador. O francês recebeu a notícia hoje.

O defensor do Bayern de Munique manifestou há algumas semanas o sonho de jogar pela Alemanha. Ele “esperava um telefonema de Klinsmann” se houvesse interesse do treinador. O francês julgava “compreender a mentalidade alemã” e mantinha as esperanças de atuar na Copa.

O técnico do Nationalelf respondeu: “Este telefonema nunca existirá. Ismaël é um excelente jogador, mas não tem relação direta com a Alemanha”. Klinsmann já havia recusado há algum tempo o mesmo pedido, feito por Lincoln.