A Bundesliga encerrou sua corrida pelo título da maneira como todos esperavam desde o início: com o Bayern de Munique mais uma vez campeão. No entanto, há ainda outros sonhos pairando na primeira divisão do Campeonato Alemão. Entre eles, às vagas restantes na próxima edição da Liga dos Campeões. E a briga ferrenha ganhou um pouco mais de emoção nesta segunda, com o fechamento da rodada. O Bayer Leverkusen visitou o RB Leipzig e assegurou uma vitória grandiosa, pelo placar e pela importância. Os Aspirinas calaram a Red Bull Arena com uma inesperada goleada por 4 a 1, que os deixa no G-4.

Até parecia um jogo favorável ao Leipzig. Bem mais agressivo durante os primeiros minutos, os Touros Vermelhos abriram o placar aos 17, em suas tradicionais jogadas em velocidade. Yussuf Poulsen ajeitou de cabeça e Marcel Sabitzer finalizou da entrada da área, no cantinho de Bernd Leno. Contudo, o Leverkusen não seria mero espectador, apesar de lidar com a perda do lesionado Sven Bender. O time cresceu na sequência do jogo e buscou o empate pouco antes do intervalo, aos 45. Principal válvula de escape, Leon Bailey se mandou pela direita e cruzou na medida para Kai Havertz fuzilar, em belíssimo contra-ataque construído coletivamente.

E a virada se confirmou graças à precisão do Leverkusen no ataque durante o segundo tempo. Em suas duas primeiras finalizações, dois gols. O segundo nasceu em um chutão de Bernd Leno. A defesa do Leipzig vacilou e Julian Brandt não perdoou. Já o terceiro veio aos dez minutos, em cobrança de falta de Brandt pela esquerda, que sobrou pra Panagiotis Retsos bater. O RasenBallsport buscou a reação, mas sua pressão parou em Leno. E aos 23, o jogo estava morto, com o último tento dos Aspirinas. A partir de uma saída de bola errada, os visitantes apertaram a marcação e roubaram a bola, até que Kevin Volland arrematasse.

Dono de um time jovem e com boas opções em todos os setores, o Bayer Leverkusen pode evoluir nas próximas temporadas, se conseguir segurar os seus destaques – e, pelas renovações recentes, isto é bem provável. Além disso, subiu de produção desde a chegada de Heiko Herrlich ao comando nesta temporada. Ainda que sofra as suas oscilações, tem méritos para avançar à próxima Champions. Bater o RB Leipzig neste momento, em que os Touros Vermelhos vinham em uma sequência invicta de sete partidas (incluindo aí a vitória sobre o Bayern e a campanha na Liga Europa), é um claro sinal de força dos Aspirinas.

Com o resultado, o Leverkusen assumiu a quarta colocação, com 48 pontos. Tem quatro a menos que Schalke 04 e três a menos que o Borussia Dortmund. Sua preocupação maior, de qualquer forma, está naqueles que vêm de baixo. Tanto Eintracht Frankfurt quanto RB Leipzig somam 46 pontos. E ainda há o Hoffenheim correndo por fora, com 43, tentando se garantir na Liga Europa. Restam cinco rodadas para o término da Bundesliga.