A grande surpresa da 1ª fase da Copa Uefa foi a eliminação do Bayer Leverkusen. O clube alemão perdeu mais uma vez para o CSKA Sófia por 1 a 0. A primeira derrota, na Alemanha, causou a demissão do treinador Klaus Augenthaler. Hidiouad, aos 22 do segundo tempo, selou a classificação da equipe búlgara.

Na Turquia, o Galatasaray também decepcionou ao empatar por 1 a 1 com o Tromso, da Noruega. O resultado deixou o clube turco de fora da próxima fase, pois havia perdido na ida por 1 a 0.

O Feyenoord caiu diante do Rapid Bucareste (1 a 0), enquanto o Sporting foi eliminado em casa. Após perder no tempo normal por 2 a 1 para o Halmstads (Suécia), o time empatou por 1 a 1 na prorrogação. Os visitantes levaram a melhor por terem feito mais gols fora de casa.

O Hamburgo, que quebrou a série de vitórias do Bayern de Munique no campeonato alemão, passou na Copa Uefa com um triunfo por 1 a 0 sobre o Kobenhavn.

O Everton ganhou do Dínamo Bucareste por 1 a 0, mas o resultado não lhe garantiu a passagem para a segunda etapa. O time romeno havia goleado os Toffees por 5 a 1 no primeiro duelo.

O Stuttgart  perdeu por 1 a 0 fora de casa para o Domzale (Eslovênia). Mesmo assim, passou para a fase de grupos por ter derrotado o rival na partida de ida por 2 a 0. Atual campeão, o CSKA Moscou bateu o Midtjylland por 3 a 1 de virada. Daniel Carvalho foi o destaque da partida, disputada na Dinamarca, com dois gols.

Graças a Kanouté, o Sevilla passou de fase ao superar o Mainz, na Alemanha. O atacante fez os dois gols do time espanhol, que havia empatado em casa sem gols na ida. Em Gênova, a Sampdoria derrotou o Vitória de Setúbal por 1 a 0 e também se garantiu.

Confira os resultados dos jogos desta quinta da Copa Uefa (os classificados estão em negrito):

Levski Sófia (Bulgária) 1×0 Auxerre (França)
Kobenhavn (Dinamarca) 0x1 Hamburg (Alemanha)
Cork (Irlanda) 1×2 Slavia Praga (Rep. Tcheca)
Metalurh Donetsk (Ucrânia) 2×2 PAOK (Grécia)
Everton (Inglaterra) x Dynamo Bucareste (Romênia)
MyPa (Finlândia) 0x3 Grasshoppers (Suíça)
Braga (Portugal) 1×1 Estrela Vermelha (Sérvia-Montenegro)
Olympique de Marselha (França)
0x0 Germinal Beerschot (Bélgica) (4 x 1 nos pênaltis)
CSKA Sófia (Bulgária) 1×0 Bayer Leverkusen (Alemanha)
Sampdoria (Itália) 1×0 Vitória Setúbal (Portugal)
Mainz 05 (Alemanha) 0x2 Sevilla (Espanha)
Siroki Brijeg (Bósnia) 0x1 Basel (Suíça)
Rapid Bucareste (Romênia)
1×0 Feyenoord (Holanda)
Dnipro Dnipropetrovsk (Ucrânia) 5×1 Hibernian (Escócia)
Osasuna (Espanha) 0x0 Rennes (França)
Wisla Cracóvia (Polônia) 0x1 Vitória Guimarães (Portugal)
AZ (Holanda)
3×1 Krylya Sovetov (Rússia)
Domzale (Eslovênia) 1×0 Stuttgart (Alemanha)
Steaua Bucareste (Romênia) 3×1 Valerenga (Noruega)
Strasbourg (França) 5×0 Grazer (Áustria)
Lokomotiv Moscou (Rússia) 3×2 Brann (Noruega)
Anorthosis Famagusta (Chipre) 0x4 Palermo (Itália)
Sporting (Portugal) 1×2 Halmstads (Suécia) (1×1 na prorrogação)
Xanthi (Grécia) 0x0 Middlesbrough (Inglaterra)
Partizan Belgrado (Sérvia-Montenegro) 2×5 Maccabi Petach-Tikva (Israel)
Aris (Grécia) 0x0 Roma (Itália)
Malmo (Suécia) 1×4 Besiktas (Turquia)
Genk (Bélgica) 0x1 Litex Lovech (Bulgária)
Heerenveen (Holanda)
5×0 Banik Ostrava (Rep. Tcheca)
Hertha Berlim (Alemanha) 3×1 Apoel Nicósia (Chipre)
Espanyol (Espanha) 2×0 Teplice (Rep. Tcheca)
Willem II (Holanda) 1×3 Monaco (França)
Austria Viena (Áustria) 2×1 Viking (Noruega)
Zurique (Suíça) 2×1 Brondby (Dinamarca)
Groclin (Polônia) 2×4 Lens (França)
Galatasaray (Turquia) 1×1 Tromso (Noruega)
Lokomotiv Plovdiv (Bulgária) 1×2 Bolton (Inglaterra)
Debreceni (Hungria) 0x2 Shakhtar Donetsk (Ucrânia)
AEK (Grécia) 0x1 Zenit St. Petersburg (Rússia)
Midtjylland (Dinamarca) 1×3 CSKA Moscou (Rússia)