Uma nova era do futebol de seleções na Europa foi oficialmente inaugurada nesta quarta-feira. A Uefa sorteou os grupos da novíssima Liga das Nações. O torneio será disputado ao longo do próximo biênio, ocupando o calendário das equipes nacionais durante parte das Datas Fifa reservadas aos amistosos. Em vez de disputarem partidas caça-níqueis, sem grandes perspectivas esportivas, as seleções passarão a enfrentar adversários de mesmo nível, que possam manter a sua competitividade. Além disso, o certame também será uma prévia da Eurocopa de 2020, entrando no sistema de eliminatórias, oferecendo as quatro vagas da repescagem.

VEJA TAMBÉM: Entenda como funcionará a Liga das Nações, o novo torneio de seleções da Uefa

A Liga das Nações possui um formato intrincado, mas simples. As seleções da Uefa foram divididas em quatro divisões diferentes, conforme o Coeficiente da Uefa ao final das Eliminatórias da Copa de 2018. As 12 equipes melhor ranqueadas ficam na Liga A, as 12 seguintes na Liga B, as 15 posteriores na Liga C e as 16 últimas na Liga D. Então, foram divididas em quatro grupos de três equipes – ou de quatro, conforme o número de participantes nas ligas de ranking menor. Os times se enfrentarão nessas chaves em jogos de ida e volta, em calendário inicial marcado para o segundo semestre de 2018, determinando a classificação de cada grupo.

Assim, os campeões das quatro chaves da Liga A disputarão um ‘Final Four’: um torneio de mata-matas curto, com semifinais e final, para determinar o campeão da Liga das Nações em 2019. Além disso, os piores colocados de cada grupo serão rebaixados à liga inferior, enquanto os melhores acabam conquistando o acesso – da Liga B para a A, da C para a B, da D para a C. E o sistema também será integrado às eliminatórias da Eurocopa.

A primeira etapa do qualificatório será disputada no modelo tradicional, com os dois primeiros colocados de cada um dos 10 grupos confirmando o seu lugar na fase final da Euro 2020. Já em março de 2020, acontecerá a repescagem, envolvendo a Liga das Nações. O melhor time de cada um dos 16 grupos que não tiver se garantido via eliminatórias poderá entrar na repescagem. Então, as equipes de cada liga se enfrentam entre si, em mata-matas, com semifinal e final. O campeão de cada liga vai à Eurocopa. Assim, até mesmo a Liga 4 terá direito a um participante na fase final da Euro 2020.

Sem mais delongas, estes são os grupos. Destaque para o Grupo 1 da Liga 1, que contará com os confrontos de maior peso e os maiores clássicos continentais. Lembrando que França, Alemanha e Holanda, desta maneira, correm o risco de rebaixamento para a Liga 2 no próximo ciclo bienal da Liga das Nações.

Liga A

Grupo 1: Alemanha, França, Holanda
Grupo 2: Bélgica, Suíça, Islândia
Grupo 3: Portugal, Itália, Polônia
Grupo 4: Espanha, Inglaterra, Croácia

Liga B

Grupo 1: Eslováquia, Ucrânia, República Tcheca
Grupo 2: Rússia, Suécia, Turquia
Grupo 3: Áustria, Bósnia, Irlanda do Norte
Grupo 4: Gales, Irlanda, Dinamarca

Liga C

Grupo 1: Escócia, Albânia, Israel
Grupo 2: Hungria, Grécia, Finlândia, Estônia
Grupo 3: Eslovênia, Noruega, Bulgária, Chipre
Grupo 4: Romênia, Sérvia, Montenegro, Lituânia

Liga D

Grupo 1: Geórgia, Letônia, Cazaquistão, Andorra
Grupo 2: Belarus, Luxemburgo, Moldávia, San Marino
Grupo 3: Azerbaijão, Ilhas Faroe, Malta, Kosovo
Grupo 4: Macedônia, Armênia, Liechtenstein, Gibraltar