Luciano, lateral-direito do Chievo, foi condenado nesta terça a oito meses de prisão. O brasileiro falsificou documentos para poder jogar na Itália.

Quando desembarcou na Europa em 98 para jogar no Bologna, Luciano entrou na Itália como Eriberto da Conceição Silva, nascido em Rio Bonito no dia 21 de janeiro de 1979. Com estas informações falsas, o brasileiro conseguiu tirar documentos como passaporte e carteira de habilitação.

A farsa foi desmascarada pelo próprio jogador. O nome verdadeiro dele é Luciano Siqueira de Oliveira, e ele nasceu em Boa Esperança (MG) no dia 3 de dezembro de 1975.