Enrolado em polêmicas, Tevez pode se sentir seguro novamente no Boca. Pelo menos é isso que Maurício Macri, presidente licenciado do clube argentino, deixou bem claro. “Conversei por telefone com Carlitos e lhe disse que tem as portas abertas para voltar quando quiser”.

Macri não escondeu a vontade de ver o jogador defender de novo a camisa azul e amarela. “Tevez vive um momento difícil no Brasil e é importante dar-lhe apoio. Ele sabe que, se quiser, temos uma camiseta pronta para ele”.

O camisa 10 do Corinthians recebeu diversas críticas por declarar não gostar que mulheres apitem partidas de futebol. Além disso, acusa os juízes de persegui-lo e ofendê-lo em campo.