A Internazionale foi a última equipe a garantir a vaga nas quartas-de-final da Liga dos Campeões. Apesar da vitória por 1 a 0 sobre o Ajax nesta terça no San Siro, o time perdeu diversas chances de obter uma vantagem maior. Mesmo assim, Roberto Mancini fez questão de elogiar o desempenho de Adriano, que cobrou um pênalti para fora.

O treinador ficou satisfeito com o desempenho da equipe, apesar de desperdiçar diversas oportunidades no ataque. “Jogar uma semana depois de todo mundo foi estranho, pois parecia que tudo estava decidido quando na verdade não estava. Criamos muitas chances na frente do gol, mas não fomos eficientes nas finalizações”, afirmou.

O treinador saiu em defesa de Adriano, que voltou a ter uma atuação apagada e perdeu um pênalti. Além disso, demonstrou apreensão com o rival da próxima fase. “Ele jogou bem e a forma física dele está melhorando, ainda que tenha perdido o pênalti. Estou preocupado com o Villarreal, pois algumas pessoas podem achar que somos favoritos, mas não somos. Neste estágio da competição, tudo pode acontecer. Eles jogam em um campo pequeno e não será fácil”.

Dejan Stankovic, autor do gol da vitória, não deu importância ao fato de o Villarreal, adversário nas quartas, ainda não ter perdido na LC. “E daí que o Villarreal está invicto no torneio? Sempre existe uma primeira vez. O importante é não subestimar o time como fizemos com o Ajax na partida de ida em Amsterdã”, disse.

Danny Blind admitiu que a Inter mereceu a classificação. “De maneira geral, estou desapontado. Jogos muito bem no primeiro tempo em Amsterdã. Poderíamos ter marcado três ou quatro vezes. Em Milão, tivemos somente uma chance por causa da qualidade de Samuel e Materazzi. Nosso plano era manter o 0 a 0 pelo maior tempo possível e depois marcar um gol”, afirmou o treinador.

Foto: inter.it