Italy Soccer Italian Cup

Maradona e Napoli: uma comemoração que merece toda a nossa inveja

Foi uma noite para a torcida napolitana melhor de seus maiores momentos. O Napoli passou sobre a Roma como um rolo compressor. Vitória por 3 a 0 no Estádio San Paolo, o suficiente para colocar a equipe de Rafa Benítez na decisão e aproximar os partenopei do título. Um resultado contundente, digno dos tempos de Maradona. E se os torcedores quisessem imaginar seu maior ídolo, de quem são devotos fervorosos, não precisavam fechar os olhos. Ele era real e presente ali, no meio da massa, comemorando junto com o resto dos mortais.

Maradona estava na tribuna de honra do San Paolo, ao lado do presidente Aurelio De Laurentiis. E vibrou com toda a vontade nos gols do Napoli, assim como costuma fazer quando visita seu camarote cativo na La Bombonera. O primeiro veio em uma cabeçada de José Callejón. Depois, Gonzalo Higuaín aproveitou sobra de escanteio. E Jorginho fechou a conta, após um excelente passe de Dries Mertens, para balançar as redes com o novo clube pela primeira vez.

A decisão do título fica apenas para o início de maio. O Napoli terá pela frente a Fiorentina, em uma final inédita marcada para o Estádio Olímpico de Roma. A Viola que levantar a taça pela sétima vez, enquanto o Napoli busca o quinto título. Uma final sem favoritos. Mas, para os napolitanos, a mera presença de Maradona nas arquibancadas já será um diferencial. Mais do que um ídolo ou um talismã, El Diez é um deles. Alguém que qualquer torcedor gostaria de ter para o próprio clube.