A rodada da Ligue 1 terminou com um jogo fundamental ao topo da tabela. Olympique de Marseille e Lyon faziam confronto direto pela zona de classificação à Liga dos Campeões. E apesar da semana distinta aos clubes na Liga Europa, os papéis se reverteram no Estádio Vélodrome. Os marselheses, que avançaram às quartas de final do torneio continental, perderam para os gones, que vinham de uma dolorosa eliminação em casa para o CSKA Moscou. Desta vez, o time de Bruno Génésio levantou a poeira e buscou o triunfo por 3 a 2, graças a um gol aos 45 do segundo tempo. As emoções da noite, todavia, não se contiveram à bola.

Recepcionado com uma belíssima festa de sua torcida, o Olympique abriu o placar com meia hora de jogo, em bola levantada na área que Rolando escorou. Mas o zagueiro falhou no fim do primeiro tempo e, ao perder uma disputa na lateral, permitiu que Tanguy Ndombele cruzasse para o gol contra de Adil Rami. Logo no início da etapa complementar, o Lyon virou. Bertrand Traoré partiu na direita e passou a Houssem Aouar, que bateu de primeira, no cantinho de Steve Mandanda – que colecionou milagres na noite. Nem tudo parecia perdido aos marselheses, que empataram aos 39, graças a cabeçada de Kostas Mitroglou. No entanto, os gones asseguraram o triunfo aos 45, em bola longa que terminou com a conclusão de Memphis Depay – cortando o supercílio e rendendo imagens emblemáticas durante a comemoração.

O jogo, que era quente enquanto a bola rolava, terminou em confusão. Marcelo e Adil Rami se desentenderam, com o francês dando um soco no brasileiro, e os jogadores se amontoaram. O imbróglio parecia terminado depois que a “turma do deixa disso” conteve os mais exaltados. Só que tudo piorou quando Marcelo, a caminho do túnel, exibiu a camisa do Lyon – em gesto similar ao do companheiro Nabil Fekir no clássico com o Saint-Étienne. Foi a deixa para que o empurra-empurra se intensificasse, até ser contornado. Nas redes sociais, a esposa do brasileiro fez um “lance a lance” da confusão no Instagram, o que rendeu um vídeo impagável que reproduzimos abaixo.

O resultado tem uma valia imensa ao Lyon. Ocupando o quarto lugar, agora os gones estão a dois pontos do Olympique de Marseille, uma posição à frente e na zona de classificação à Champions. A briga pela última vaga deve se concentrar entre os dois, já que o Monaco venceu e abriu sete pontos de vantagem aos celestes. Para ter sucesso, porém, o time de Bruno Génésio depende de uma regularidade que anda em falta nas últimas semanas.