Britain Soccer Premier League

Mata teve uma atuação de € 45 milhões pelo United

Juan Mata custou caro ao Manchester United. A maior contratação da história de Old Trafford custou € 44,7 milhões aos cofres do clube. O camisa 8 demorou dez jogos para marcar seu primeiro gol, na última semana, durante a goleada por 4 a 1 sobre o Aston Villa. E parece ter pegado embalo com os Red Devils. Foi o grande destaque do time em novo atropelo, 4 a 0 sobre o Newcastle dentro de Saint James’ Park. De longe, a melhor atuação pelo novo clube.

Três lances simbolizam bem como Mata acabou com o jogo. O espanhol abriu o placar aos 39 minutos, em uma cobrança de falta magistral na entrada da área. Fez o segundo tento logo no início da segunda etapa, aproveitando jogada de Chicharito Hernández após falha da defesa. E matou o jogo ao dar o passe para o quarto gol. Mais uma prova de sua genialidade, deu de calcanhar para Adnan Januzaj balançar as redes. Foi, ao lado de Kagawa e de Fletcher, quem ditou o ritmo do time.

A subida de rendimento de Mata tem explicação, sobretudo, em seu posicionamento. Com Rooney ausente e Van Persie ainda lesionado, o camisa 8 teve toda a liberdade do mundo para atuar na faixa central do campo, se aproximando do atacante. Seu setor preferido. Além disso, teve ao seu lado Kagawa e Ashley Young, dois jogadores de bastante movimentação nas pontas. Todos os elementos para que rendesse seu máximo.

Por seus últimos tempos de Chelsea e também por seu início no United, Mata deixa claro que é um jogador que precisa da sua zona de conforto para render como um verdadeiro craque. Resta a David Moyes avaliar até que ponto dá para entregar o papel central ao espanhol, botando em xeque até mesmo a dupla entre Rooney e Van Persie quando estiver disponível. O espanhol é um ótimo jogador, mas precisa de muitas outras atuações como a de hoje para poder fazer o técnico repensar o ataque letal que tem em mãos.